• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Convenção PMDB » Rui Falcão defende criação de conselhos populares

Agência Estado

Publicação: 10/06/2014 17:31 Atualização:

O presidente do PT, Rui Falcão, defendeu nesta terça-feira o decreto que cria conselhos populares para negociação e comunicação com a sociedade civil. "Não tem nenhum sentido bolivariano ou chavista. Ele apenas institucionaliza o que já existe", afirmou ao chegar ao Congresso Nacional, onde acompanha a convenção nacional do PMDB, que confirmou há pouco a manutenção do apoio do partido à candidatura de reeleição da presidente Dilma Rousseff.

O decreto institui a Política Nacional de Participação Social (PNPS) e o Sistema Nacional de Participação Social (SNPS), uma forma, segundo o governo, de oficializar a relação com setores organizados e as redes sociais. O texto tem sido alvo de oposicionistas, que acusam o governo petista de tentar implantar uma democracia direta.

Sobre a resistência de alas peemedebistas à manutenção da dobradinha Dilma-Michel Temer, o presidente petista disse apenas que "nem todo partido encontra consenso", mas que a convenção do PT é apenas para cumprir as normas da Justiça Eleitoral. "É mais um encontro do que uma votação", afirmou.

Falcão aproveitou para comentar a polêmica em torno da proposta petista de regulamentação da mídia. Uma sugestão do PT ao programa de campanha de Dilma propõe a regulação. A presidente cedeu e começou a defender a regulamentação econômica da mídia. O petista disse que seu partido "defende a liberdade de expressão" e que a proposta visa apenas fazer cumprir a Constituição, definindo o que é "oligopólio", tratando ainda sobre a regulação do direito de resposta. "Não há porque ter tanta contradição", afirmou.

Eleições

O presidente partidário comentou ainda o baixo rendimento apresentado pelo candidato petista ao governo de São Paulo, o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha, que conta com 3% de intenções de voto, segundo a pesquisa Datafolha divulgada na última sexta-feira. "Ainda é cedo para previsões. Nesse mesmo período, o (Fernando) Haddad tinha uma votação equivalente", comparou.

Falcão também afirmou estar seguro sobre o apoio do PSD, do ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, à Dilma. Nos bastidores, fala-se que Kassab retomou conversas com o presidente do PSDB e presidenciável Aécio Neves sobre a indicação de Henrique Meirelles à vaga de vice na chapa.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.