• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições 2014 » Copa e São João pausam campanha em Pernambuco

Jairo Lima - Especial para o Diario de Pernambuco

Publicação: 09/06/2014 10:17 Atualização:

Copa do Mundo no Brasil, São João e convenções partidárias marcam o mês de junho. Ao mesmo tempo que os pré-candidatos ao governo do estado não podem parar suas respectivas pré-campanhas, os festejos juninos e o Mundial do Brasil inevitavelmente ocuparão os holofotes dos eleitores. Durante os jogos do Brasil, será Neymar quem vai atrair as atenções e o coração do eleitor e dos candidatos. Mesmo assim, a ordem é manter as agendas e preparar a homologação das candidaturas.

“Nada de concorrer com Neymar”, disse Paulo Câmara (PSB), pré-candidato governista. Ele prometeu continuar com sua caravana socialista, que leva a Agenda 40 para todo estado para escutar as lideranças municipais e população local para compor seu plano de governo. O socialista é torcedor da Seleção Brasileira e acompanhará ao lado da família os jogos do Brasil. Mesmo sem uma agenda fechada, Câmara reafirma seu compromisso com sua longa jornada de, por enquanto, pré-campanha que vai cumprir entre os demais jogos da Copa e pelos arraiais pelo meio do caminho.

Já o senador e pré-candidato ao governo da oposição, Armando Monteiro Neto (PTB), considera-se um torcedor tradicional da canarinha. “Vou viver um momento família”, revelou o senador. Ele ressalta que vai aproveitar o calendário agitado da Copa e pode abrir espaço para as agendas internas. “Vamos fazer um período leve de nossa preparação para campanha que servirá para acertarmos o planejamento”, avisou. Os dois pré-candidatos não devem comparecer aos jogos realizados na Arena Pernambuco nos dias 14, 20, 23 e 26 de junho.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.