• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Mensalão » Advogado: extradição de Pizzolato voltou à estaca zero

AE

Publicação: 05/06/2014 14:49 Atualização:

O advogado que representa o Ministério Público Federal do Brasil na Corte de Apelações de Bolonha, na Itália, Michele Gentiloni, afirmou nesta quinta-feira (5), que a análise do pedido de extradição do ex-diretor de marketing do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, voltou à estaca zero.

Após três horas de audiência, com a presença do brasileiro, uma nova sessão foi marcada para o dia 28 de outubro, com o intuito de dar mais tempo ao governo brasileiro de comprovar que as prisões do país respeitam os direitos humanos e não representam ameaça a ele, em caso de eventual extradição. "Não se entrou na discussão da extradição propriamente dita. Só foram analisadas questões de processuais", disse Gentiloni.

A Corte de Apelações de Bolonha adiou hoje a decisão sobre se extraditará ou não Pizzolato, condenado por envolvimento no Mensalão. De acordo com o defensor de Pizzolato, Alessandro Sivelli, a opção por postergar a decisão foi tomada porque o governo brasileiro não teria apresentado todos os documentos que garantam condições mínimas para o ex-diretor em presídios brasileiros.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.