• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Nas alturas » Dilma bate recorde de viagens

Aline Moura - Diario de Pernambuco

Kauê Diniz

Publicação: 01/06/2014 15:22 Atualização:

Este ano a presidente fez proporcionalmente mais visitas a estados e municípios que nos demais anos de seu governo. Foto: Paulo Paiva/DP/D.A.Press
Este ano a presidente fez proporcionalmente mais visitas a estados e municípios que nos demais anos de seu governo. Foto: Paulo Paiva/DP/D.A.Press
A presidente Dilma Rousseff (PT) cancelou a presença no Recife na inauguração da Via Mangue, na Zona Sul da capital, mas é aguardada no próximo dia 13 em Pernambuco e está na vantagem diante dos adversários no quesito "visibilidade". Até a última sexta-feira, a presidente fez 44 visitas a estados brasileiros, o que já representa 66% de todas as andanças de 2013, ano que ela precisou sair mais do gabinete em virtude das manifestações de rua. Numa média levantada pelo Diario, foi possível observar que Dilma viajou a cada três dias para um estado, enquanto a média de 2013 foi de uma viagem a cada cinco dias.

O Nordeste ganhou atenção especial nas viagens da presidente este ano. Em cinco meses, ela veio 13 vezes à região, apenas cinco a menos que nos 12 meses do ano passado. Até sexta-feira, por exemplo, ela esteve em quase todos os estados nordestinos, exceto Sergipe, priorizando uma região que tem 38,1 milhões de eleitores (21,1% do eleitorado nacional). Ou seja, só perde para o Sudeste, que tem 43,2% dos que possuem poder de voto.

Os petistas sabem que a Copa do Mundo é imponderável e pode ser um divisor de águas na campanha, mas é justamente neste período que Dilma pretende voltar a Pernambuco, maior reduto político do ex-governador e presidenciável Eduardo Campos (PSB). Acompanhada do ex-presidente Lula, ela deve vir ao estado um dia depois de o Brasil estrear no Mundial contra a Croácia, para participar de um evento político com os pré-candidatos ao governo e ao Senado Armando Monteiro Neto (PTB) e João Paulo (PT).

Mais que a camisa da Seleção Canarinho, Dilma estará vestindo a própria camisa buscando estancar a queda nas pesquisas de opinião pública. A visita dela deve ser semelhante ao que aconteceu em Minas Gerais na última sexta-feira, quando a petista cumpriu agenda administrativa durante o dia e, à noite, ao lado de Lula, participou de um ato político com o ex-ministro Fernando Pimentel, seu pré-candidato ao governo daquele estado.

Se o ato político de Dilma e Lula for mantido em Pernambuco em junho, como informou o Instituto Lula, será a 11ª passagem da presidente pelo estado desde o início do seu mandato e a segunda de Lula após ele deixar o Planalto. O evento é tão aguardado pelos petistas que o ex-governador Eduardo Campos (PSB) chegou a ironizar. "Quantas vezes nas eleições vocês (imprensa) disseram que ele (Lula) viria?", indagou, referindo-se às eleições municipais de 2012, quando Lula não apareceu no Recife.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.