• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Resultado » UMP conquista o primeiro lugar na eleição dos Conselheiros Consulares no Nordeste

Tércio Amaral

Publicação: 30/05/2014 11:08 Atualização: 02/06/2014 12:08

Grupo de Xavier Noel-Bouton foi o mais votado. Foto: Nando Chiappetta/DP/D.A Press
Grupo de Xavier Noel-Bouton foi o mais votado. Foto: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Saiu o resultado da primeira eleição para os Conselheiros Consulares da República Francesa. A disputa nas urnas foi finalizada neste sábado (24). O francês residente no Recife e ex-conselheiro municipal (uma espécie de vereador na França) Xavier Noel-Bouton foi eleito para a 1º Circunscrição do Brasil, que abarca todos os estados das regiões Norte e Nordeste do Brasil, além dos estados de Goiás, Mato Grosso, Suriname e Guiana. O grupo político de Xavier, o La France au Coeur (A França no Coração), ligado ao partido de direita UMP, ficou em primeiro lugar, com 40% dos votos.

Também foram eleitos representantes dos grupos L’Humain (O humano), de orientação de esquerda, com 30% dos votos, e o Français du Brésil (Franceses do Brasil), com 30%. Nesta eleição, foram eleitos os primeiros 442 Conselheiros Consulares no mundo, destes 10 no Brasil e 3 destinados às regiões Norte e Nordeste. Cada grupo conquistou uma das três vagas disponíveis. A eleição foi garantira pela lei de 22 de julho de 2013 aprovada no Parlamento francês. Ela garante que os cidadãos franceses residentes em outros países do globo tenham uma representação política junto às embaixadas e unidades consulares. O trabalho não é remunerado.

Além do trabalho complementar ao Corpo Diplomático, o grupo dos conselheiros consulares terá uma representação forte no Parlamento da França. Esta, talvez, seja a “grande arma” dos eleitos. Com a definição dos nomes, eles deverão eleger os novos membros da Associação de Franceses no Estrangeiro (AFE), que, por sua vez terá sua cota de indicação no Legislativo francês.

A AFE fará uma indicação indireta no Parlamento, nomeando 12 senadores, além dos seus 155 conselheiros. Atualmente, a indicação já é praticada, mas o Estado Francês resolveu regulamentar a questão no ano passado.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.