• (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Produtividade » Eduardo quer intervir o mínimo nos preços de remédios se for eleito Ex-governador diz que Brasil precisa aumentar a produtividade

AE

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 27/05/2014 12:17 Atualização: 27/05/2014 15:33

Questionado nesta terça-feira (27). sob o controle de preços de medicamentos, o presidenciável Eduardo Campos (PSB) disse que, como regra, é a favor de o Estado intervir o mínimo possível em definição de preços. Em palestra com empresários do setor, Campos evitou responder especificamente, mas disse que mecanismos não podem desincentivar a inovação e o ganho de produtividade. "Tudo o que o Brasil precisa é aumentar a produtividade", disse.

O pré-candidato disse ser importante o incentivo à inovação, por meio de subsídio de juros, mas que isso não é suficiente, e que há necessidade de políticas de estímulos para iniciativas inovadoras. "Se você condena quem inova, você está fazendo o contrário do que deve ser feito".

Políticas para a Saúde - Campos voltou a criticar a gestão da Saúde pelo governo federal, citando a baixa qualidade da formação dos médicos e do atendimento em hospitais universitários espalhados pelo país. Sem detalhar as propostas, Campos afirmou ser a favor de aumentar o orçamento dedicado à Saúde pela União. O pessebista mencionou que a maioria dos municípios do País tem o orçamento muito comprometido e precisa de apoio do orçamento federal.

Genérico - No tocante ao medicamentos, a mínima intervenção do governo nos preços dos remédios diferencia o PSB do PSDB. Em 1999, quando José Serra era ministro da Saúde e Fernando Henrique (PSDB) era presidente, criou-se o programa de medicamentos genéricos, a partir da Lei 9.787, que praticamente revolucionou o mercado de medicamentos, barateando o custo para as pessoas com menor capacidade financeira. A luta pela aprovação da lei começou com o então deputado Eduardo Jorge, hoje presidenciável do PV, persistiu com o então presidente Itamar Franco e só foi aprovada após uma peleja de quase dez anos.   

 

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Edmar Brasil
Exatamente como ele fez com a ÁGUA e a LUZ ? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.