• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Conscientização » Política antes das eleições

João Vitor Pascoal - Diario de Pernambuco

Publicação: 18/05/2014 10:01 Atualização: 17/05/2014 15:25

Para tentar impedir que os jovens só se interessem por política na hora do voto, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) conta com o projeto Eleitor do Futuro, que desde 2011 realiza ações voltadas para a importância das eleições entre estudantes do ensino médio de escolas do Recife e interior. A ação busca despertar o interesse do jovem para as questões políticas e, consequentemente, para as eleições. Em Pernambuco é realizado pela Escola Judiciária Eleitoral do TRE.

"Nós levamos a urna e fazemos a eleição do representante de turma por meio dela. Assim ajudamos os alunos a se conscientizarem da importância do voto,
isso faz com que eles identifiquem o voto como um intrumento de modificação que pode eleger um projeto para o futuro de sua cidade, estado e país", afirma
o diretor da Escola Judiciária Ronnie Preuss Duarte.

Por meio de cursos de formação, servidores voluntários são transformados em multiplicadores. Eles então, vão às escolas para palestrar e discutir política e proporcionar aos jovens maior familiaridade com as eleições. De 2011 até este ano, mais de 20 mil jovens participaram do projeto.

Iniciativas como essa podem ajudar na conscientização desse eleitorado, fator considerado determinante para o
mestre em Comunicação e doutor em História Cultural pela Universidade de Brasília (UNB) Aylê-Salassié. "É difícil de prever, mas votos brancos e votos nulos são prenúncios de tempos ruins. Apesar de algumas distorções, a democracia é, ainda, a melhor opção para solucionar os problemas identificados, inclusive, pelo público jovem".
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.