• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Pleito » Posicionamento do PP para eleições em Pernambuco segue indefinido

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 15/05/2014 21:29 Atualização:


O Partido Progressista (PP) deverá definir nos próximos dias a que chapa se integrará para a disputa das eleições ao governo do estado. Na noite de quarta-feira, a vereadora Micheli Collins, então pré-candidata do partido, divulgou uma carta para formalizar sua desistência. Com isso, o presidente da sigla em Pernambuco, o deputado federal Eduardo da Fonte, informou que reunirá os diretórios municipais e estadual para tomar uma decisão.

Nos bastidores, dá-se como certa a adesão do partido à chapa de oposição, comandada pelo senador Armando Monteiro (PTB) e João Paulo (PT), pré-candidatos ao governo e ao Senado respectivamente. Eduardo da Fonte, inclusive, já acompanhou o petebista em alguns eventos públicos na Mata Sul, no mês passado.

Além da força que o partido tem junto ao segmento evangélico, que representa uma boa fatia de votos, a chegada do PP à coligação acrescentaria minutos importantes ao tempo de TV quando a Propaganda Eleitoral Gratuita começar. Os progressistas possuem 39 deputados na Câmara Federal de um total de 513, número que é utilizado na conta do Tribunal Regional Eleitoral para efeito do cálculo.

Apesar da desistência da vereadora, o senador Armando Monteiro disse que prefere aguardar a decisão oficial do PP. "Sempre respeitei a posição deles de ter uma candidatura própria e nossa relação sempre foi muito boa. Agora, se vai haver apoio, só o PP pode responder", disse.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.