• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Presidente » Dilma visita estação de bombeamento em Cabrobó

Agência Estado

Publicação: 13/05/2014 16:23 Atualização: 13/05/2014 16:36

A presidente Dilma Rousseff visitou na tarde desta terça-feira a estação de bombeamento de água em Cabrobó (EBI-1), em Pernambuco. Além da região de Cabrobó, a presidente visitou hoje outras regiões que fazem parte do Projeto de Integração do Rio São Francisco. Dilma posou para fotos com trabalhadores, mas não fez nenhum pronunciamento no local.

O objetivo do projeto é garantir a segurança hídrica para 390 municípios no Nordeste, que sofrem com a seca frequentemente. De acordo com o Ministério da Integração, a região possui 28% da população brasileira e apenas 3% da disponibilidade de água. E o rio São Francisco apresenta 70% de toda a oferta regional.

Mais cedo, Dilma destacou que o projeto vai garantir a segurança hídrica para 12 milhões de pessoas. "Não é um obra qualquer, tem uma envergadura fundamental", afirmou. "Como a seca é recorrente essas obras são cruciais para garantir o convívio com a seca, não o combate", reforçou.

Pela manhã, Dilma esteve em São José de Piranhas, na Paraíba, para vistoriar as obras do Túnel Cuncas II. Depois, a presidente foi à Barragem de Jati, no Ceará, onde se reuniu com representantes das empresas construtoras do Projeto de Integração e fez um breve pronunciamento em homenagem aos trabalhadores. Também no Ceará, a presidente concedeu uma coletiva de imprensa, na qual minimizou os atrasos nas obras e destacou a importância do projeto para garantir segurança hídrica ao Nordeste. A presidente Dilma retorna ainda hoje para Brasília para participar da cerimônia de posse do ministro Dias Toffoli no cargo de presidente do Tribunal Superior Eleitoral, às 19h.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.