• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Discurso » Dilma defende gastos em educação a presidente fez o discurso durante a cerimônia de premiação da 9ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas, no Rio de Janeiro

Agência Estado

Publicação: 07/05/2014 19:32 Atualização:

A presidente Dilma Rousseff destacou a importância das escolas públicas para a educação no Brasil e disse que é estratégico para o País remunerar bem os profissionais do setor nos próximos anos. "Não se faz educação apenas com prédio e carteira escolar" afirmou. "Sem professores valorizados, bem capacitados, não é possível que se tenha educação de qualidade", disse, durante a cerimônia de premiação da 9ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), no Rio de Janeiro.

Segundo a presidente, gastos com custeios do setor não podem ser mal vistos. "É por isso que tem que gastar dinheiro do pré-sal. Não tem que ter constrangimento para gastar em custeio" disse, destacando a destinação de 75% dos royalties da exploração da camada pré-sal do petróleo para a educação. "Vamos tornar transparente e debater amplamente o uso desses recursos", comentou. Na avaliação da presidente, a educação é estratégica para o Brasil porque "torna permanente e sustentável a melhoria nas condições de renda, consumo e bem estar da população alcançados nos últimos 12 anos".

Em seu discurso, a presidente anunciou ainda verbas para a ampliação do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), mas não especificou valores. Ela disse que construir outras instalações é necessário para dar condições para que estudantes, como os medalhistas da olimpíada de matemática, tenham condições para cursar mestrado ou doutorado. Dilma também revelou a intenção de premiar futuramente os campeões da competição com pontos extras no processo seletivo do programa de intercâmbio para universitários "Ciências Sem Fronteiras", do governo federal. "Os estudantes que tiveram medalha de ouro vão pontuar diferenciadamente", anunciou.

De acordo com a presidente, o País tem feito grande esforço para ampliar a educação e que é preciso saber melhor onde se aplicam os recursos de impostos. "Gastar melhor é gastar em educação, na formação técnica, criando cientistas e pesquisadores", comentou. No evento desta quarta-feira, no Rio de Janeiro, foram premiados 500 medalhistas de ouro de todo o País. Segundo o governo federal, a competição envolveu 18,7 milhões de estudantes de 47 mil escolas brasileiras e o objetivo é estimular o ensino da matemática e revelar talentos da área.

O Estado que teve mais medalhistas de ouro foi o de Minas Gerais (149), seguido de São Paulo (109). A cerimônia começou às 15h45, com 45 minutos de atraso. A presidente iniciou seu discurso às 18 horas. A cerimônia tem a participação, entre outros, do prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), e do governador Luiz Fernando Pezão, também peemedebista e candidato à reeleição, citado por Dilma como "parceiro"
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.