• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Condição » PROS pode apoiar candidatura de Eduardo Campos (PSB) Partido vincula apoio à saída de ministro da Integração. Caso não haja a substituição desejada, o PROS não estará com Dilma

Agência Estado

Publicação: 06/05/2014 21:30 Atualização: 06/05/2014 21:34

Integrantes do PROS se reuniram nesta terça-feira com o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, para reivindicar a substituição do ministro da Integração Nacional, Francisco José Teixeira. Eles condicionam o apoio do partido à reeleição da presidente Dilma Rousseff à essa troca, sob pena de apoiarem o candidato Eduardo Campos (PSB), que intensificou as conversas com a legenda nos últimos dias.

"Conversamos com o Mercadante na semana passada e colocamos esse pedido de substituição do ministro. Esperamos uma resposta nos próximos dias", afirmou o líder do PROS na Câmara, Givaldo Carimbão (AL). "O não atendimento desse pleito do partido dificulta muito uma aliança e o relacionamento num futuro próximo", ressaltou o deputado Salvador Zimbaldi (PROS-SP).

O deputado Ronaldo Fonseca (DF) também endossou a percepção de Zimbaldi. Questionado se a "decisão" da bancada seria no sentido da defesa do movimento "volta, Lula", Fonseca afirmou: "Não. Será o movimento 'vem, Eduardo'". A possibilidade de apoiar Campos também estaria no radar do presidente da legenda, Eurípides Júnior, que se encontrou com ele em meados de abril. Além da queixa de que o atual ministro da Integração não atende a demandas da bancada, há também um incômodo entre integrantes da cúpula da legenda pelo fato de a presidente Dilma e integrantes do Palácio do Planalto concentrarem as negociações na figura do governador do Ceará, Cid Gomes.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.