• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Campanha » Eduardo Campos diz que vai comprar um "lambe-lambe" para cobrir a cabeça

Tércio Amaral

Publicação: 06/05/2014 09:38 Atualização: 06/05/2014 10:44

Foto: Sidney Lopes/EM/D.A Press
Foto: Sidney Lopes/EM/D.A Press

Bem-humorado, o ex-governador de Pernambuco e pré-candidato à Presidência da República, Eduardo Campos (PSB), afirmou que vai comprar no estado um “lambe-lambe” para cobrir a cabeça quando estiver lendo seu tablet em público. O acessório é uma espécie de proteção usada por fotógrafos no passado para coibir interferências externas. A brincadeira do socialista foi em referência à uma reportagem do jornal Folha de S. Paulo desta semana em que um repórter, numa solenidade no domingo, fotografa uma mensagem de um assessor para o candidato a respeito do manifesto do partido, que deverá ser alterado.

A brincadeira do governador é destaque na coluna Diario Político desta terça-feira (6), assinada pela jornalista Marisa Gibson. Numa entrevista exclusiva à coluna, logo após participar da homenagem que recebeu da Câmara dos Vereadores de Belo Horizonte, da qual recebeu o título de cidadão, Campos adiantou um novo foco de sua campanha presidencial: a educação. “É o único caminho para se vencer duas questões fundamentais, a qualidade de vida do brasileiro e o aumento da produtividade da economia nacional”, afirmou.

Apesar de estar focando suas agendas públicas com o empresariado, o socialista afirmou que a prioridade número 1 do seu possível futuro governo será a educação. O ex-governador defende, por exemplo, que o Banco Central seja autônomo e apresentou propostas de um PIB para 4% em 2018 e uma meta de inflação em 3%, 1% a menos do que já havia dito antes. “Esse é um investimento que não se perde”. Eduardo Campos reconheceu que muitos governos e muitos candidatos colocaram a universalidade da educação como meta prioritária, mas falharam na qualidade, como se pode observar em estudos e pesquisas de organismos nacionais e internacionais.

 

“Os especialistas modernos apontam que, quando mais cedo se der uma boa educação, mais se aproveita o conhecimento para a meninada garantir o seu lugar no futuro”. As propostas de governo de Eduardo referentes à educação estão sendo elaboradas por Maurício Rands (PSB), ex-deputado federal e ex-PT, e por Maria Alice Setúbal (Neca Setúbal), doutora em psicologia da educação.

Assinantes do Diario podem conferir a coluna na íntegra clicando aqui.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.