• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições » Justiça Eleitoral recruta interessados em ser mesários nas eleições

Juliana Ferreira

Publicação: 02/05/2014 08:14 Atualização:

A Justiça Eleitoral está recrutando interessados em trabalhar nas eleições de outubro. A partir do dia  17, os cartórios eleitorais começam a entrar em contato com quem demonstrar disponibilidade no programa Mesário voluntário, criado há 10 anos com o objetivo de estimular os eleitores a participarem ativamente do processo de votação. As inscrições podem ser feitas no site do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (www.tre-mg.gov.br) ou pessoalmente nos cartórios. A estimativa é que sejam necessários 190 mil mesários para as 351 zonas eleitorais espalhadas pelo estado. Caso o número de voluntários não seja suficiente, a Justiça Eleitoral convocará outros eleitores, que só podem recusar o posto em caso de impedimento legal.

Nas últimas eleições presidenciais, realizadas em 2010, 60% dos mesários em Minas eram voluntários. Em 2012, em que houve pleito municipal, esse percentual subiu para 75%. A expectativa, segundo o TRE-MG, é que o número seja novamente superado neste ano, diminuindo a quantidade de convocações compulsórias. “Já trabalhei convocando, e era um suplício. Muita gente não se mostrava tão disponível. Com a divulgação paulatina do programa, houve um pouco de conscientização e aumentou muito o número de voluntários”, conta o chefe da Zona Eleitoral 26, que compreende a Região Leste da capital, Vinicius Vasconcelos. “Hoje, há locais de votação que só têm mesários voluntários”, completou. Segundo ele, outros benefícios também são atraentes.

Os mesários podem faltar no emprego o dobro de dias trabalhados nas eleições e de treinamento oferecido pela Justiça Eleitoral. Eles também recebem um auxílio-alimentação no valor de R$ 25 por turno trabalhado. Além disso, exercer função de mesário é um critério de desempate em concursos públicos.

O mesário é responsável por zelar pela integridade da urna eletrônica e pela ordem na seção, além de identificar o eleitor e entregar o comprovante de votação. É importante frisar que se voluntariar para o posto não garante a nomeação. O Código Eleitoral proíbe de trabalhar como mesário os candidatos, seus cônjuges e parentes de até segundo grau, integrantes de diretório de partidos políticos em função executiva, policiais, funcionários em cargos de confiança no Executivo, trabalhadores da Justiça Eleitoral e menores de 18 anos.

Se o número de voluntários não alcançar o objetivo deste ano, a Justiça Eleitoral convocará o restante entre os eleitores do estado.

Irregularidades devem ser resolvidas até dia 7

O prazo para os eleitores regularizarem a situação na Justiça Eleitoral termina na quarta-feira. Todos os cartórios eleitorais de Minas Gerais funcionarão em regime de plantão neste fim de semana. Quem ainda não tirou o título de eleitor ou deseja fazer transferência do documento deve ir até o cartório mais próximo de sua residência. Qualquer outra irregularidade também deve ser resolvida até o dia 7.

 

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.