• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleição estadual » Paulo Câmara apresenta política de educação profissional para o estado

Publicação: 01/05/2014 17:46 Atualização:

Paulo Câmara dedicou o 1° de maio, Dia do Trabalho, para apresentar aos pernambucanos do Agreste as suas primeiras propostas consolidadas para o setor, anunciadas na noite de quarta-feira. Entre elas, a implantação de uma Política Estadual de Qualificação e Educação Profissional para Pernambuco. Os pontos, que farão parte do Programa de Governo da Frente Popular, a ser lançado em junho, foram detalhados em entrevistas a rádios do Recife, pela manhã, e também foram debatidos no giro pelo Agreste que o pré-candidato está fazendo nesta quinta-feira. Paulo Câmara teve encontro com prefeitos e lideranças de Cupira e Panelas - o socialista ainda tem agenda em Jurema nesta quinta.

Segundo Paulo, será implantada uma Rede Integrada de Educação e Qualificação Profissional, composta por uma Faculdade, Escolas Técnicas e Unidades Técnicas de apoio aos municípios de menor porte, além de outras instituições parceiras. Sobre as Escolas Técnicas, que hoje somam 27 e atendem 21 mil alunos, o pré-candidato lembrou que o trabalho do atual Governo vai elevar, até o final do ano, para 40 o número de unidades. "A partir de 2015, vamos potencializar essa ação e teremos 50 mil alunos matriculados em nossas Escolas Técnicas", disse, lembrando que haverá um programa de modernização das Escolas Técnicas, com a ampliação e atualização permanente da infraestrutura de laboratórios e bibliotecas.

Paulo informou que já existe um núcleo em sua pré-campanha formado por técnicos e estudiosos para analisar e criar novas propostas na área de educação e qualificação profissional, "uma vez que essa é a grande mola para as novas gerações, com a garantia de melhores empregos e maior renda. É também a chave para o desenvolvimento e crescimento sustentável do nosso Estado".

Outra proposta aprofundada nesta quinta-feira, durante as agendas no Agreste, foi a atualização da matriz curricular dos cursos oferecidos nas unidades técnicas, medida que interessa especialmente aos municípios do Interior. "Vamos garantir que os cursos oferecidos estejam integrados às vocações locais e às oportunidades de negócios que surgem no Estado, a partir das obras estruturadoras e dos novos empreendimentos", frisou Paulo Câmara.

O socialista também prometeu a implantação de uma Faculdade Técnica no Estado de Pernambuco, com unidades técnicas no interior, com o objetivo de promover a educação profissional e tecnológica, e o acesso à inovação, por meio da oferta regular de cursos superiores de tecnologia (graduação e pós-graduação), alinhados às demandas da nova dinâmica econômica do estado. "Esta Faculdade será responsável pela promoção de um Programa Continuado de Formação e Aperfeiçoamento de Formadores, com a preparação de 5 mil professores/multiplicadores, nos próximos quatro anos", destacou Câmara.

Por fim, o pré-candidato garantiu que também estará contemplado em seu programa de governo o aumento da oferta de vagas gratuitas para a qualificação profissional, através da Secretaria do Trabalho, que hoje chega a 20 mil/ano. Sua proposta é de duplicar, chegando a 40 mil oportunidades em todo o Estado.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.