• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Recife » Armando acredita que RMR decidirá eleição Petebista reuniu-se com vereadores do Recife e obteve deles adesão à campanha para mais votos

Thiago Neuenschwander - Diario de Pernambuco

Publicação: 29/04/2014 08:51 Atualização:

O pré-candidato ao governo do estado pelo PTB, Armando Monteiro Neto, disse ontem que a eleição de outubro será decidida pelos votos da Região Metropolitana do Recife. A afirmação foi feita pelo senador durante um almoço, onde recebeu a adesão de vereadores do PTB, PT e PRB do Recife. O encontro serviu para selar o apoio dos parlamentares, que participarão da estratégia de campanha para angariar votos para a chapa de oposição na RMR.

“A região tem aproximadamente 42% do eleitorado de Pernambuco, e o Recife, algo em torno de 20%. Por isso estamos trabalhando numa estratégia própria para essa parte do estado, já que ela tem um peso muito importante e deverá decidir a eleição. Estamos aqui sentados com vereadores de muita densidade, verdadeiros campeões de votos que ajudarão nesse processo”, explicou o petebista.

Participaram do almoço, realizado no Spettus do Derby, os vereadores Carlos Gueiros, Antônio Luiz Neto, Eduardo Marques, Henrique Leite, Jairo Brito, Jurandir Liberal, Luiz Eustáquio, Osmar Ricardo e Alfredo Santana. Além dos vereadores, o deputado estadual Silvio Costa Filho e o pré-candidato ao Senado, João Paulo, também prestigiaram o evento.

Durante o encontro, O vereador Jurandir Liberal (PT) revelou que os vereadores aliados irão trabalhar nos bastidores para atrair adeptos.“Neste momento, estamos um pouco preocupados, pois FBC (Fernando Bezerra Coelho, pré-candidato ao senado pela Frente Popular) já procurou a Câmara. Eles querem adorar a mesma lógica da eleição de Geraldo Julio, por isso temos que agir. Alguns vereadores estão querendo vir para o nosso lado e queremos estabelecer esse debate", salientou. O petista preferiu, no entanto, não revelar nomes. "Vários deles estão com medo de represália", acrescentou, indicando que os políticos em questão poderiam estar ligados a partidos da Frente Popular.

Polêmica

Armando voltou a tocar, ainda, em dois temas que têm ocupado o noticiário nas últimas semanas: a suposta cooptação de seus aliados por parte da Frente Popular e as alianças com o PDT e o PP. Sobre o primeiro, disse que o PTB não pensa em punições para os dissidentes e que tem informações sobre mais assédios a prefeitos.“Nossa legenda não tem um histórico de caça às bruxas. Estamos encarando tudo com tranquilidade, mas sabemos que há um 'cerco carinhoso' da outra chapa”, ironizou.

Sobre a aliança com PDT e PP, disse ter “convicção” de que fecharia as parcerias. Na última sexta-feira, o presidente do PP em Pernambuco, o deputado federal Eduardo da Fonte, acompanhou Armando em viagem à Mata Sul. Oficialmente, o PP ainda considera lançar a vereadora Michele Collins como pré-candidata ao governo. No fim da tarde, os dois pré-candidatos participaram da Procissão de Nossa Senhora dos Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes. Hoje retornam a Brasília.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.