• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições » Divisão PT x PMDB nos estados ameaça Dilma rise entre os dois partidos pode levar as eleições deste ano para um segundo turno

Paulo de Tarso Lyra

Grasielle Castro

Publicação: 22/04/2014 09:19 Atualização: 22/04/2014 09:43

Foto: Carlos Moura/CB/D.A Press
Foto: Carlos Moura/CB/D.A Press
A briga entre PT, Palácio do Planalto e PMDB ameaça custar mais caro do que simplesmente a criação de uma comissão externa para investigar a Petrobras ou a procissão de ministros para dar explicações aos deputados no Congresso. Ela pode significar a pulverização de uma vantagem de 2 milhões de votos que a presidente Dilma Rousseff conseguiu sobre os adversários José Serra (PSDB) e Marina Silva (Ex-PV, hoje PSB) nas eleições de 2010. Ao todo, PT e PMDB estão em litígio em onze estados. Em alguns deles, como Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, o divórcio acontecera há quatro anos e deve se repetir agora. Em outros, como Ceará e Rio de Janeiro, no entanto, o litígio pode custar caro.

“O vento está mudando rapidamente. Ela ainda é favorita, claro. Mas, se for para o segundo turno, serão todos contra nós. E acho que podemos, sim, perder”, disse um petista, incomodado com o estilo pouco afável e político da presidente Dilma Rousseff. Ao todo, PT e PMDB estão discutindo a relação em Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Panos mornos
O secretário-geral da Presidência, ministro Gilberto Carvalho, tenta amenizar o incômodo na relação. “O PMDB, eu sempre digo, não é apenas um aliado, ele participa do governo através da figura importante do vice-presidente (Michel Temer) e dos ministros, que ao longo desses anos, foram tão camaradas e contribuíram tanto com a construção do nosso governo”, declarou. Presidente em exercício do PMDB, o senador Valdir Raupp (RO) também tenta ser otimista. “Sempre tenho colocado que, com a ampliação das alianças regionais nos estados, isso resolverá grande parte da crise”, afirmou ele.

Pré-candidato do PMDB ao governo do Ceará, o senador Eunício Oliveira acha que o partido não pode ceder no debate. “O que interessa para o PMDB, neste momento, não é este debate de mais cargos, menos cargos, mais ministério, menos ministério. Temos que discutir os palanques regionais, ter firmeza nessa discussão”, afirmou. O peemedebista não descarta ceder a vaga de senador ao tucano Tasso Jereissatti, caso o PT prossiga tentando isolá-lo no estado.

Saiba mais

2 milhões de votos em risco

Os onze estados em que PT e PMDB estão em litígio representam 37% da vantagem obtida por Dilma Rousseff no primeiro turno em 2010, em relação aos dois principais candidatos de oposição à época, José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV)

Alagoas
Dilma Rousseff - 50,92%
José Serra e Marina - (47,96%)
Diferença: 41.232 votos

Bahia
Dilma Rousseff - 62,62%
José Serra e Marina - 36,72%
Diferença: 1.732.272 votos

Ceará
Dilma Rousseff - 66,30%
José Serra e Marina - 32,72%
Diferença: 1.409.790 votos

Goiás
Dilma Rousseff - 42,23%
José Serra e Marina Silva - 56,66%
Diferença: - 444.912

Maranhão
Dilma Rousseff - 70,65%
José Serra e Marina Silva - 28,68%
Diferença: 1.235.457 votos

Mato Grosso
Dilma Rousseff - 20,96%
José Serra e Marina Silva - 56,16%
Diferença: - 203.182

Mato Grosso do Sul
Dilma Rousseff - 39,86%
José Serra e Marina Silva - 59,23%
Diferença: - 252.231

Minas Gerais
Dilma Rousseff - 46,98%
José Serra e Marina Silva - 51,91%
Diferença: - 541.975

Paraíba
Dilma Rousseff - 53,21%
José Serra e Marina Silva - 46,07%
Diferença: 138.216

Rio de Janeiro
Dilma Rousseff - 43,76%
José Serra e Marina Silva - 54,05%
Diferença: - 878.664

Rio Grande do Sul
Dilma Rousseff - 46,95%
José Serra e Marina Silva - 51,92%
Diferença: - 318.706

Vantagem de Dilma nesses 11 estados: 1.917.297
Vantagem final de Dilma no 1º turno: 5.117.208

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.