• (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Campanha » Eduardo Campos diz ser contra o aborto Presidenciável elogiou a legislação sobre o tema neste domingo, em Aparecida

Publicação: 20/04/2014 16:55 Atualização: 20/04/2014 17:39

Encontro de Eduardo, hoje, com o Arcebispo de Aparecida e presidente da CNBB, Cardeal Dom Raymundo Damasceno Assis. Foto: Twitter/Reprodução
Encontro de Eduardo, hoje, com o Arcebispo de Aparecida e presidente da CNBB, Cardeal Dom Raymundo Damasceno Assis. Foto: Twitter/Reprodução

O ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, elogiou a legislação brasileira sobre o aborto neste domingo, em Aparecida, interior de São Paulo, aonde foi para participar da missa de Páscoa no Santuário Nacional de Aparecida. "Acho que a legislação brasileira já é adequada. Acho que minha posição é a posição de todos. Não conheço ninguém  que seja a favor do aborto. A legislação brasileira já prevê as circunstâncias e os casos e não vejo porque se altere a legislação que o Brasil já tem", afirmou.

O pré-candidato a presidente da República disse ainda ser contra o aborto, "como cristão, cidadão, pai de cinco filhos", e afirmou que a campanha dele seguirá a posição pública que tem sobre o procedimento. "Vou tratar durante a campanha como já tratei em outras campanhas que fiz e já tenho posição pública sobre o tema", adiantou.

Eduardo Campo falou à imprensa ao lado do cardeal Dom Raymundo Damasceno, presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Campos viajou com a esposa e os quatros filhos. Durante a cerimônia, ele, a mulher, Renata, e o filho Miguel, recém-nascido, ficaram no altar. Alexandre Padilha, pré-candidato ao governo de São Paulo pelo PT, também estava no altar.

Família acompanhou Eduardo Campos até Aparecida. Foto: Twitter/Reprodução
Família acompanhou Eduardo Campos até Aparecida. Foto: Twitter/Reprodução

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: José Guilherme de Azevedo Lira Filho
%u201CNão conheço ninguém que seja a favor do aborto%u201D, respondeu Campos. O truque retórico é cinismo ou má-fé. Ninguém é %u201Ca favor do aborto%u201D, no sentido que os discursos pró-vida tentam caracterizar. Ninguém é, portanto, %u201Ca favor%u201D da morte deliberada de embriões como política | Denuncie |

Autor: José Guilherme de Azevedo Lira Filho
Em entrevista à Rádio Folha, o governador reeleito Eduardo Campos (PSB) afirmou que a questão do aborto não deve permanecer no foco da campanha presidencial. Para o socialista, esse tema foi, estrategicamente, usado pela oposição para denegrir a candidata Dilma Rousseff (PT). Eduardo frisou ainda quP | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.