• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições 2014 » Prefeito de Gravatá, Bruno Martiniano, do PTB, anuncia hoje apoio a Paulo Câmara Martiniano é do partido de Armando Monteiro. também do pré-candidato ao governo de Pernambuco

Ana Luiza Machado

Publicação: 19/04/2014 07:39 Atualização: 19/04/2014 07:52

O prefeito de Gravatá, Bruno Martiniano, durant o lançamento do São João da cidade no ano passado (Bruna Monteiro/DP/D.A Press/Arquivo)
O prefeito de Gravatá, Bruno Martiniano, durant o lançamento do São João da cidade no ano passado

Sem nenhum tipo de constrangimento, o prefeito de Gravatá, Bruno Martiniano (PTB), vai contrariar a liderança maior do seu partido no estado, o senador e pré-candidato ao governo Armando Monteiro, com um evento de adesão ao adversário na disputa pelo comando estadual, Paulo Câmara (PSB). "A importância da continuidade do modelo de gestão implantado pelo ex-governador Eduardo Campos", é a pregação dos socialistas que têm atraído um grande número de partidos e lideranças sejam elas da base aliada ou dissidentes, como é o caso de Martiniano.

Para o ato de apoio do petebista hoje, é esperado todo o staff da campanha do ex-secretário da Fazenda Paulo Câmara, entre eles o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, o líder do governo na Assembleia Legislativa, Waldemar Borges, e o candidato ao Senado pela Frente Popular, Fernando Bezerra Coelho, todos socialistas. Caso o PTB considere a postura de Bruno Martiniano infidelidade ao partido, pode fazer uso da Lei de Fidelidade Partidária e requerer o cargo do prefeito de Gravatá.

Mas os socialistas não são os únicos a receberem dissidentes para apoiar a candidatura do afilhado político do ex-governador Eduardo Campos. Na última quinta-feira, o senador Armando Monteiro recebeu, em seu escritório político, no Recife, a adesão de dois vereadores socialistas da cidade de Taquaritinga do Norte, além do apoio do o vice-prefeito do mesmo município, Ivanildo Bezerra (PDT), e de outro vereador de Taquaritinga filiado ao PDT.

Os pedetistas se reuniram em Brasília e optaram por só decidir em maio quem apoiarão na disputa ao governo de Pernambuco. O deputado federal Paulo Rubem Santiago defende a aliança com pré-candidato Armando Monteiro. Nacionalmente, o PDT deve estar no palanque da presidente Dilma Rousseff, mas o presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, não fechou a porta para o ex-governador Eduardo Campos (PSB).

Agenda
O pré-candidato socialista ao governo do estado Paulo Câmara esteve ontem em Bom Jardim, Agreste pernambucano acompanhar a Procissão do Senhor Morto e aproveitou para se reunir com lideranças locais. Já o petebista Armando Monteiro ficou no Recife e só realizou reuniões internas. O senador só retoma a agenda política na próxima semana, quando volta a Brasília para as atividades parlamentares.

Saiba mais

Infidelidade partidária

Aderiram a Paulo Câmara (PSB)


Bruno Martiniano (PTB) - prefeito de Gravatá
Gerson Henrique (PTB) - prefeito de Jucati
Pastor Marcos José (PT) - prefeito de Abreu e Lima
Daniel Almeida (PT) - prefeito de Vertente do Lério
Reginaldo Cavalcante (PT) - prefeito de Orocó
Romério Guimarães (PT) - prefeito de São José do Egito
Gesimário Baracho (PT) - ex-prefeito de Igarassu

Aderiram a Armando Monteiro Neto (PTB)

Julio Lóssio (PMDB) - prefeito de Petrolina
Luiz Carlos Souza (PSB) - vice-prefeito de Salgueiro
Ivanildo Bezerra (PDT) - vice-prefeito de Taquaritinga do Norte

Observação
Paulo Câmara e Armando Monteiro Neto também contabilizam apoios de vereadores das bases advesárias.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.