• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Modelo de gestão » João Lyra comanda primeira reunião de monitoramento

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 17/04/2014 08:35 Atualização: 17/04/2014 09:01

Lyra aproveitou o momento com sua equipe para tomar pé da situação em temas relativos a educação, infraestrutura e acesso à água e esgotamento. Foto: Nando Chiappetta/DP/D.A Press  (Nando Chiappetta/DP/D.A Press)
Lyra aproveitou o momento com sua equipe para tomar pé da situação em temas relativos a educação, infraestrutura e acesso à água e esgotamento. Foto: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

A primeira reunião de monitoramento comandada pelo governador João Lyra Neto (PSB), depois que assumiu o posto deixado pelo pré-candidato à Presidência da República Eduardo Campos, teve poucas mudanças em relação ao modelo implementado por seu antecessor. Recém-empossado, Lyra aproveitou o momento com sua equipe para tomar pé da situação em temas relativos a educação, infraestrutura e acesso à água e esgotamento. O mandatário pode acompanhar o andamento de obras e o cumprimento das metas, mas novas ações estratégicas só deverão ser tomadas durantes as próximas reuniões.

“Estamos monitorando ações que foram priorizadas desde a época do ex-governador Eduardo Campos. São 349 metas que já existiam e estão sendo acompanhadas pela nossa equipe. É um trabalho de continuidade. O governador João Lyra aproveitou para tirar dúvidas sobre o andamento de alguns projetos e fez algumas cobranças pontuais. O importante é que a partir de agora poderemos elaborar novas propostas para estabelecer novas ações estratégicas”, explicou o secretário de Planejamento e Gestão, Fred Amâncio.

Uma das novidadades trazidas por Lyra é a redução do intervalo entre os encontros. Como só terá pouco mais de oito meses no Palácio das Princesas, o governador decidiu que as reuniões agora serão semanais. Na próxima quarta-feira, a equipe discutirá assuntos relacionados a habitabilidade e mobilidade, desenvolvimento rural, cidadania e examinará as metas do Pacto pela Vida.

Além dos 12 objetivos estratégicos já existentes, Lyra definiu outros três assim que assumiu o cargo: aumentar o foco na interiorização do desenvolvimento, fortalecer o plano de recuperação do semiárido e incrementar as micro e pequenas empresas em Pernambuco."Esses temas só serão debatidos daqui a quatro semanas, quando os novos secretários já terão tido tempo de coletar as informações necessárias. A partir daí, o governador indicará o caminho a ser tomado", disse Fred.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.