• (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Entrevista » "Pernambuco é muito pobre ainda", diz Paulo Câmara

Ana Luiza Machado

Publicação: 10/04/2014 14:41 Atualização: 10/04/2014 15:03

Foto: Alcione Ferreira/DP/D.A Press
Foto: Alcione Ferreira/DP/D.A Press
O pré-candidato ao governo do estado pelo PSB, Paulo Câmara, participou na manhã desta quinta-feira (10) do programa Globo Recife em pauta, da Rádio Globo 720 AM. Na ocasião, o socialista comentou como está o início da campanha, quais serão as prioridades do seu programa de governo, como será a campanha virtual, entre outros assuntos. Confira os principais assuntos da entrevista:

Pernambuco
O pré-candidato afirmou que ainda há muito o que fazer no estado. Considerou que “Pernambuco é muito pobre ainda”, apesar do crescimento e desenvolvimento alcançado durante os sete anos de gestão de Eduardo Campos (PSB). Paulo Câmara explicou que pretende dar uma atenção especial ao interior do estado. O desafio da sua gestão, se eleito, será fazer os investimentos chegarem ao interior. “Foram sete anos de muito trabalho de infraestrutura e captação de recursos. Vamos trabalhar para que esses investimentos cheguem ao interior também”, disse.

Educação
“Precisamos melhorar a qualidade da Educação no estado também, mas avançamos muito. Começamos com 13 escolas em tempo integral e já estamos com 300”, pontuou. O pré-candidato não falou em ampliar este número, mas em fortalecer a política de implantação por entender que as escolas de tempo integral fazem uma grande diferença para a formação educacional.

Prioridades
Questionado se pretende escolher alguma área, caso eleito, para fazer de sua marca no governo, Paulo Câmara disse que não. Afirmou que a saúde, que requer cuidados constantes, melhorou bastante com a implantação das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). “A segurança é outra área que não podemos descansar. Ainda temos 200 homicídios por mês, muito menos que outros locais, mas não dá para achar que porque este número é menor que outros está bom. Precisamos reduzi-lo”. A mobilidade não ficou fora do discurso do pré-candidato. “Está cada vez mais difícil a mobilidade no Recife, sou testemunha disso e precisamos priorizar a mobilidade”.

BR-232
O pré-candidato afirmou que não tem pretensão de privatizá-la e que o importante é ter alternativas para ela, como a malha ferroviária. “Estamos atrasados com os trens em relação a outros estados”.

Participação de Eduardo Campos na campanha  
Questionado se já havia articulado com seu padrinho político, o ex-governador Eduardo Campos (PSB), a produção de um vídeo em que ele o apresenta aos pernambucanos como seu candidato, Câmara disse que não, mas não descartou a possibilidade. O mesmo foi feito para a campanha de Geraldo Julio (PSB) a prefeito do Recife. Com as atenções de Eduardo voltadas para campanha presidencial, a equipe socialista deve utilzar o mesmo recurso na disputa estadual. “Ainda não foi articulado isto, mas lhe digo que milito com ele há mais de 20 anos e muito dos pensamentos dele estarão presentes onde eu estiver”, antecipou. Ele também afirmou estar convicto que sua candidatura é a melhor para o estado.

Campanha virtual
O pré-candidato lançou nesta quinta-feira (10) uma fanpage no Facebook. Segundo ele, a intenção de entrar nas redes sociais é interagir com os internautas/eleitores. “Eles terão a oportunidade de discutir o programa de governo, sugerir e debater o que consideram importante”.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Maurilio Nascimento
Sua turma já há mais de 7 anos comendo pelas beiradas e agora vem com essa. O Sr. também contribui pra isso, e quer dar uma de santo agora! | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.