• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Renuncia » Pressionado, Gim Argello desiste de candidatura ao TCU Senador do PTB, que responde a seis ações no Supremo, não vai mais concorrer ao cargo de ministro do tribunal de contas

Correio Braziliense

Publicação: 10/04/2014 07:07 Atualização: 10/04/2014 07:22

Gim Argello disse, por meio de nota, que a indicação foi
Gim Argello disse, por meio de nota, que a indicação foi "usada como instrumento de disputa política". Foto: Bruno Peres/CB/D.A Press

O senador Gim Argello (PTB-DF) não resistiu à pressão sofrida contra a candidatura ao cargo de ministro do Tribunal de Contas do União (TCU) e renunciou ao pleito. “No momento em que a honrosa indicação do meu nome para o cargo de ministro do Tribunal de Contas da União é usada como instrumento de disputa política em ano eleitoral, entendo que devo abrir mão dessa honraria”, diz nota divulgada pelo parlamentar que, ontem, não foi visto pelos corredores do Congresso.

Além de não ter a reputação ilibada exigida para o cargo, o nome de Gim angariou, em menos de 48 horas, a rejeição da oposição no Senado, dos servidores do TCU e até mesmo dos ministros do tribunal. O ingrediente final para a desistência foi a candidatura de Fernando Ramalho à mesma vaga. O servidor tem experiência na área de fiscalização e controle e seria páreo duro para o petebista.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.