• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Ex-presidente » Lula aponta "tendência para a direita" de Eduardo

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 08/04/2014 12:06 Atualização: 08/04/2014 15:28

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta terça-feira (8) que ainda não entende a saída do pré-candidato à Presidência da República Eduardo Campos (PSB) da base aliada do governo. A declaração foi dada em conversa com blogueiros realizada na manhã desta terça-feira (8) na sede do Instituto Lula, em São Paulo.

Lula afirmou também, que ao contrário de Marina Silva, que divergia das ideias da presidente Dilma Rousseff, Eduardo não indicava um rompimento. "Marina eu até entendo porque convivi com ela e Dilma e sei o quanto as duas pensam diferentes. Agora, Eduardo Campos eu não entendo, eu não compreendo”.

Ainda sobre Eduardo, o ex-presidente afirmou que a candidatura do socialista está se movimentando em direção à direita. "Eu tenho uma amizade belíssima com Eduardo Campos. Tive uma grande amizade com o avô dele Miguel Arraes. Adoraria a continuidade da aliança PSB/PT. Sinceramente, eu não vejo um sinal de a candidatura de Eduardo ir para a esquerda. Ela tendencia para a direita", destacou.

O ex-presidente mostrou discordar do movimento "volta Lula", que é incentivado por parte do PT e pelo empresariado, e reforçou o apoio à candidatura de Dilma Rousseff. "Quero dizer que não sou candidato, mas não tenho como ir em cartório registrar. Mas quero dizer que minha candidata é a Dilma", reiterou. O presidente demonstrou confiança na reeleição petista. "Dilma tem condições políticas e técnicas para fazer esse Brasil avançar. Ela é disparadamente a melhor pessoa para ganhar essa eleição e fazer esse país continuar andando. Eu já me dou por realizado", reforçou.

Outro tema abordado foi o caso do deputado licenciado André Vargas (PT). O parlamentar é acusado de envolvimento com o doleiro Alberto Youssef em negócios ligados ao Ministério da Saúde. "Espero que ele consiga convencer e provar que não tem nada além de uma viagem de avião, porque no final quem paga o pato é o PT", afirmou.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.