• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições » Alianças: maior desafio para Armando Monteiro A estrutura e o planejamento da campanha adiam giro do senador e pré-candidato petebista pelo estado

Publicação: 06/04/2014 12:46 Atualização: 06/04/2014 14:07

A maior tarefa do senador e pré-candidato ao governo estadual Armando Monteiro (PTB) ao longo de abril será formar sua aliança. O petebista centrará forças nas articulações políticas, sobretudo com o PP e o PDT, que ainda podem se tornar aliados. “Me dedicarei à interlocução com as legendas. A estimativa é fechar as alianças até o dia 20, porque os partidos já devem ter sua definição. A partir daí, ficará mais perto anunciar quem será o candidato a vice”, falou.

Os giros pelo estado merecerão atenção em outro momento. “Agora, tem a questão da estrutura e planejamento da campanha que exige a minha presença”, disse. Armando andará menos por Pernambuco no momento em que seu adversário, o ex-secretário da Fazenda Paulo Câmara (PSB), faz o caminho inverso. “Não me preocupo em fazer maratona porque percorro o estado desde o começo do mandato (2010). Não preciso de intensivão. Não posso dizer que sou pós-graduado (em andanças), mas já fiz o curso médio”, Armando esperava contar com visita do ex-presidente Lula (PT) a Pernambuco em abril, mas especula-se que o reforço fique para depois.

“Lula será muito bem-vindo sempre. Mas a nossa campanha não é de padrinhos”, declarou. Nas eleições municipais de 2012, o petista e então candidato à Prefeitura do Recife Humberto Costa esperou a vinda do ex-presidente, confirmada várias vezes por lideranças nacionais. Lula, entretanto, não pisou no estado. (Franco Benites, especial para o Diario, e Julia Schiaffarino).

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.