• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Investigação » STJ sustenta que não há irregularidades em gastos de viagens de ministros

Agência Brasil

Publicação: 03/04/2014 21:07 Atualização:

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Felix Fischer, afirmou hoje (3) que o tribunal não pagou diárias para mulheres de ministros em viagens oficiais para representar aquela corte no exterior. Segundo o presidente, não há irregularidades nas viagens.

Ontem (3), o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) abriu uma investigação administrativa para apurar suspeitas de gastos irregulares de ministros do STJ com viagens ao exterior. De acordo com denúncias apresentadas ao conselho, o tribunal pagou passagens em primeira classe e diárias para alguns integrantes da corte e suas mulheres em viagens oficiais ao exterior.

Em nota, o presidente do STJ esclareceu que, desde 2012, houve 14 missões oficiais ao exterior. Em três delas, ministros viajaram com suas esposas em razão da existência de eventos em que a presença do cônjuge era recomendada. De acordo com Fischer, não houve pagamento de diárias a esposas de ministros.

“O Superior Tribunal de Justiça está sempre aberto a prestar esclarecimentos à sociedade e aos órgãos de controle, valendo ressaltar que todas as viagens são analisadas por seu órgão de controle interno e submetidas à apreciação do Tribunal de Contas da União e que as contas do STJ até 2012 já foram aprovadas" pelo TCU, de acordo com o presidente.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.