• (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Mensalão » Justiça autoriza que João Paulo Cunha deixe presídio para trabalhar

Agência Brasil

Publicação: 01/04/2014 21:32 Atualização:

A Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal autorizou hoje (1º) o ex-deputado federal João Paulo Cunha a deixar o presídio durante o dia para trabalhar. Cunha recebeu proposta para trabalhar em escritório de advocacia, em Brasília. Ele vai receber R$ 1,5 mil para atuar como auxiliar jurídico.

De acordo com decisão do juiz Vinicius Santos Silva, a proposta cumpriu as exigências legais. O magistrado também lembrou que o escritório passará por fiscalização regularmente. “Não é muito lembrar que a concessão do beneplácito neste momento constitui uma possibilidade de se avaliar a disciplina, autodeterminação e responsabilidade do(a) reeducando(a) antes de uma possível transferência para um regime de pena mais avançado”, afirmou.

De acordo com a Lei de Execução Penal, condenados em regime semiaberto (abaixo de oito anos) podem trabalhar dentro do presídio, em oficinas de marcenaria e serigrafia, por exemplo, ou externamente, em uma empresa que contrate detentos.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: valdeci firmino
queria ver se fosse uma pessoa simples como eu, se ira sair pra trabalhar e ficar na boa como esses políticos ficam. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.