• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Absolvido » Armando se livra da acusação de propaganda eleitoral antecipada Desembargador eleitoral entendeu que senador apenas prestou contas do mandato por meio de outdoors

Franco Benites

Publicação: 01/04/2014 16:13 Atualização: 01/04/2014 17:22

O senador e pré-candidato ao governo estadual Armando Monteiro (PTB) recebeu uma boa notícia nesta terça-feira (1º). O desembargador eleitoral José Ivo de Paula Guimarães, membro da Comissão Especial da Propaganda Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), rejeitou o pedido da Procuradoria Regional Eleitoral de Pernambuco (PRE-PE) para que o petebista fosse multado em R$ 75 mil.

A Procuradoria Regional Eleitoral entendeu que Armando fez propaganda eleitoral fora do prazo em 2013 com mensagens a partir de outdoors e ingressou com uma representação contra o senador. O petebista se defendeu e garantiu que apenas estava prestando contas de seu mandato. A explicação foi acatada pelo TRE-PE e o resultado divulgado nesta terça.

No último dia 18 de março, as empresas de mídia exterior Bandeirantes, Divulgadora e Stampa firmaram um acordo com a Procuradoria Regional Eleitoral, comprometendo-se a suspender a veiculação de outdoors com mensagens de conteúdo eleitoral. Com a iniciativa, a PRE-PE buscou garantir a realização de uma campanha limpa, sem a necessidade de ajuizar novas ações.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.