• (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Cartaz homenageava golpe » Debate para relembrar golpe de 64 gera tumulto na Câmara dos Deputados A confusão começou por causa de uma cartaz parabenizando os militares por implantar a ditadura no Brasil

Estado de Minas

Publicação: 01/04/2014 11:52 Atualização:

Um tumulto com empurra-empurra e xingamentos tomou conta do plenário e das galerias da Câmara dos Deputados, nesta terça-feira, por causa de um cartaz parabenizando os militares pela implantação da ditadura militar no país. Durante esta semana, a Casa promove uma série de debates para relembrar os 50 anos do golpe militar de 1964.

Antes do início da sessão, que estava marcada para as 9h30, líderes partidários buscavam um acordo sobre a ocupação das galerias do Plenário Ulysses Guimarães. Um acordo anterior previa a presença de pessoas apenas por meio de convites distribuídos pelos partidos, conforme o tamanho das bancadas. No entanto, um entendimento com a exigência de convites liberou a entrada nas galerias.

Entre os principais convidados para o deabte desta terça-feira está Maria Thereza Goulart, viúva do ex-presidente João Goulart, conhecido como Jango, que foi deposto no dia 1º de abril por tropas militares e teve de fugir para o Rio Grande do Sul e, em seguida, para o Uruguai, de onde só retornaria ao Brasil para ser sepultado, em 1976.

 

Com Agência Câmara

Tags:

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Rodrigo Loureiro Sobrinho
Saímos de uma ditadura militar e agora entramos numa ditadura comunista populista pederasta. Grande avanço... | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.