• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Ibope » Economia derruba popularidade de Dilma Avaliação positiva do governo cai sete pontos enquanto a aprovação da forma de governar reduz de 56% para 51%

Publicação: 28/03/2014 08:14 Atualização:

Os dados revelados pela CNI/ Ibope reforçam a já anunciada preocupação de empresários com o desempenho da economia do país. Foto: Beto Barata/Agência Estado  (Beto Barata/Agência Estado)
Os dados revelados pela CNI/ Ibope reforçam a já anunciada preocupação de empresários com o desempenho da economia do país. Foto: Beto Barata/Agência Estado

O pessimismo econômico no tripé juros, inflação e medo do desemprego derrubou a popularidade da presidente Dilma Rousseff neste mês de março em comparação a novembro do ano passado, revelou pesquisa divulgada ontem pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Ibope. Na avaliação do governo, a presidente sofreu queda de sete pontos percentuais, passando dos 43% registrados há quatro meses para os atuais 36%. A pesquisa também mostrou recuo na avaliação da maneira de governar de Dilma, de 56% para 51%, o que a deixa mais suceptível a encarar um possível segundo turno nas eleições de outubro.

Os dados revelados pela CNI/ Ibope reforçam a já anunciada preocupação de empresários com o desempenho da economia do país, tema que vem sendo usado como alvo de ataques oposicionistas, a exemplo dos propágados pelos pré-candidatos a presidente Eduardo Campos (PSB) e Aécio Neves (PSDB). As críticas à economia brasileira têm estado sempre presente nos discursos do governador de Pernambuco e do senador, respectivamente.

No univerno de 2.002 entrevistas feitas entre 14 e 17 de março, houve um aumento de 63% para 71% no percentual da população que desaprova as ações do governo no combate à inflação. O temor do desemprego também voltou a assombrar o Brasil. Perante a taxa de juros e a inflação, este foi o critério que mais piorou na comparação entre novembro de 2013 e março de 2014. O percentual de aprovação recuou 7 pontos percentuais passando de 47% para 40%. Já a desaprovação aumentou de 49% para 57%.

Governo Lula

A queda na popularidade da presidente Dilma reflete na avaliação comparativa de seu governo com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para 42% dos entrevistados, o governo de Dilma é pior que o de seu antecessor, Lula. Após as manifestações que agitaram o país em junho passado, Dilma Rousseff não conseguiu recuperar os índices de aprovação. Na pesquisa divulgada em março passado, apenas 18% consideravam o governo Dilma pior que o de Lula. Porém, um ano depois esse número subiu para 42%. A negatividade desperta o coro do “volta Lula”, defendido por petistas e empresários. Eles imploram para que o ex-presidente abra mão da aposentadoria e se apresente como o candidato do PT ao Palácio do Planalto. Lula ainda rechaça todas as iniciativas. De saída do cargo, a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, tentou minimizar o impacto da pesquisa. “A pesquisa é o retrato do momento, uma hora sobe, outra desce, uma hora está tensionado, outra hora distensionado”, disse.

Saiba mais

Avaliação do Governo Dilma
Ruim/péssimo
março
2011 - 5%
2012 - 8%
2013 - 7%
2014 - 27

Regular

Março
2011 - 27%
2012 - 34%
2013 - 29%
2014 - 36%

Ótimo/bom
2011 - 56%
2012 -56%
2013 - 63%
2014 - 36%

QUADRO
Comparação com dez/2013

O GOVERNO
Avaliação positiva
Dezembro - 43%
Março - 36%

Regular
Dez - 35%
Março - 36%

Ruim ou péssimo
Dez - 20%
Março - 27%

MANEIRA DE GOVERNAR

Aprovam
Dez - 56%
Março - 51%

Desaprovam
Dez - 36%
Março - 43%

CONFIANÇA NA PRESIDENTE DILMA

Confiam
Dez - 52%
Março - 48%

Não confiam
Dez - 41%
Março - 47%

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.