• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições » Bolsa Família entra nos embates eleitorais Eduardo: petistas fazem terrorismo nas redes sociais, indicando fim de programa por sucessores

Aline Moura - Diario de Pernambuco

Publicação: 26/03/2014 08:25 Atualização: 26/03/2014 09:06

Foto: Márcio Fernandez/ Estadão Conteúdo (Márcio Fernandez/ Estadão Conteúdo)
Foto: Márcio Fernandez/ Estadão Conteúdo

Sem citar nomes, o governador e presidenciável Eduardo Campos (PSB) fez duros ataques ao PT, ontem, dizendo que a legenda petista - agora adversária - está fazendo "terrorismo eleitora" no país usando o programa Bolsa Família. Ele se referiu a boatos espalhados nas redes sociais que acusam a oposição de querer acabar com o benefício que chega às mãos de 14 milhões famílias brasileiras (1,1 milhão em Pernambuco), tendo sido criado no início do primeiro governo Lula. Ao ser indagado, em coletiva, sobre o porquê de estar levantando tal tema, ele frisou estar se antecipando ao debate. Lembrou que, em eleições passadas, o mesmo argumento foi utilizado contra os opositores petistas. Lula reagiu, postando informações positivas sobre o programa no Facebook.

As declarações contundentes de Eduardo foram dadas num fórum realizado em São Paulo pela American Society e Council of Americas, para o qual foi convidado. "Nós não podemos permitir que o terrorismo eleitoral diga que só uma força política manterá o Bolsa Família no Brasil", afirmou Campos. "Isso é terrorismo, é mentira. É uma tentativa de fazer o medo derrotar a esperança", acrescentou.

Questionado se estava sendo alvo de um discurso "terrorista" sobre o fim do Bolsa Família em Pernambuco ou no Nordeste, Eduardo respondeu: "Em muitas eleições, a gente viu gente falando sobre isso. Não só nas eleições presidenciais, como municipais, essa prática política acontece. Queremos alertar a sociedade de que as conquistas que tivemos não pertencem a uma pessoa ou a um partido, mas à luta do povo", declarou.

Eduardo Campos ressaltou desconhecer os que disseminam as versões negativas sobre a continuidade do programa. "Se saísse do governo, eu daria nomes. É claro que hoje ele (o terrorismo) é disseminado na rede, com fakes (perfis falsos), pessoas que não tem posição de direção (no PT). Isso é uma mentira deslavada, um desrespeito", disparou.

Sem rebater no mesmo tom, o ex-presidente Lula reagiu, por meio do Facebook, às declarações do governador. Às 17h de ontem, aproximadamente, um texto com edições foi publicado na sua timeline, seguida por 628 mil pessoas, falando sobre os benefícios do programa no Brasil. "Nos últimos dez anos, a renda cresceu para todos os brasileiros, mas isso foi ainda mais intenso entre os mais pobres e os negros", escreveu o ex-presidente, apresentando, em seguida, um quadro com dados do Bolsa Família. A reação, ainda que tímida, animou os petistas do estado, que contam com a presença de Lula nas eleições para reforçar o palanque do senador e pré-candidato ao governo do estado Armando Monteiro Neto (PTB).

Saiba mais

Números do Bolsa Família

- No Brasil, 14 milhões de pessoas são beneficiadas pelo programa.

- O custo total de investimentos somente no mês de março deste ano foi de R$ 2,1 bilhões

- A média do valor recebido pelos beneficiados é de R$ 150,00

- No Nordeste, 7 milhões de pessoas são assistidas pelo Bolsa Família. A região é a mais beneficiada pelo programa.

- Pernambuco é o segundo estado do Nordeste com mais beneficiados. Em dados atualizados, 1.143.372 receberam recursos do programa no estado, um investimento de R$ 168 milhões. Só perde para a Bahia.

- No geral, entre todas a regiões, a Bahia também está em primeiro lugar entre os beneficiados: 1.786.108 inscritos no Bolsa Família. Em seguida vem São Paulo (1.361.649), Minas Gerais (1.164.714) e Pernambuco (1.143.372).

Fonte: Ministério do Desenvolvimento Social

Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.