• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

SUCESSÃO » PT e Lula preocupados com tom adotado por Eduardo Campos Em reunião do diretório nacional, dirigente petista diz que governador pernabucano estaria indo para a direita

Publicação: 22/03/2014 10:57 Atualização:

O alinhamento de Eduardo Campos (PSB) com o também presidenciável Aécio Neves (PSDB) e o tom que o governador de Pernambuco tem adotado em suas críticas ao governo federal foram debatidos em reunião do Diretório nacional petista, anteontem, durante análise da situação política do país. "Ele [Eduardo] só não vai mais para a direita porque a Marina [Silva] segura", afirmou um dirigente petista após a reunião, segundo matéria de O Globo.

O pré-candidato do PSB à Presidência tem elevado o tom contra a presidente Dilma Rousseff nos últimos dias. Domingo passado, quando o governo federal tratava da reforma ministerial, ele disse que a presidente “distribui cargos como se estivesse distribuindo bananas e laranjas”.

Em outra ocasião o governador pernambucano disse que o Brasil "não aguenta mais quatro anos com a presidente Dilma" e que as conquistas obtidas nos dois mandatos do governo Lula estavam "sumindo pelo ralo". A inflação também foi mote para críticas dele à presidente, afirmando que o controle inflacionário verificado hoje seria "artificial".

De acordo com a matéria de O Globo, a pré-candidatura de Eduardo asusta mais o Palácio do Planalto do que a do tucano Aécio Neves. O ideal para os petistas seria uma nova polarização com o PSDB, o que permitiria o uso de uma tática que já funcionou nas eleições anteriores: a comparação do governo petista com o governo de Fernando Henrique Cardoso. De acordo com esta lógica, num eventual segundo turno seria melhor ter Aécio como adversário do que Eduardo - este pode obter o apoio de Aécio e não teria a desvantagem da comparação com o governo Fernando Henrique. A avaliação interna do comando informal da campanha de Dilma à reeleição é que, por essas condições, Eduardo seria mais competitivo que Aécio.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.