• (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Mensalão » Decisão sobre benefício para Pedro Corrêa fica para a próxima semana

Publicação: 21/03/2014 14:59 Atualização:

O ex-deputado Pedro Corrêa, preso desde dezembro do ano passado, por envolvimento no escândalo do mensalão, vai precisar esperar mais alguns dias para saber se poderá trabalhar externamente e estudar, como vem pleiteando sua defesa. Nesta sexta-feira, a assessoria do TJPE informou que o juiz Luiz Rocha, responsável pela 1ª Vara das Execuções Penais do Recife, solicitou um parecer sobre a questão do diretor do Centro de Ressocialização do Agreste, em Canhotinho, onde Pedro Corrêa se encontra preso. A partir dessa resposta, ele irá decidir sobre o pedido do ex-parlamentar.

Mais cedo, o advogado Plínio Nunes, que defende Pedro Corrêa, prometeu ir nesta sexta-feira (21) à tarde ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) em busca de uma resposta para seu pedido. Na última quarta-feira, o defensor chegou a afirmar que caso não obtivesse uma resposta até hoje iria recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Segundo o defensor de Pedro Corrêa, depois que for ao TJPE, dependendo da resposta, ele irá analisar o que será feito, se recorrerá ao STF e CNJ ou se vai esperar por mais um prazo. "Iremos analisar as possibilidades a partir do que nos será dito nesta tarde".

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Giovani Macedo
Este bandido não deve ter direito a nada! Bandido bom é bandido preso. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.