• (6) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Mobilização » Grupo trabalha para nova ditadura militar Utilizando as redes sociais, manifestantes organizam a "Marcha da Família com Deus pela Liberdade" para sábado

Aline Moura - Diario de Pernambuco

Publicação: 20/03/2014 08:34 Atualização: 20/03/2014 08:45

Nada parece impossível na atual democracia brasileira, nem mesmo a defesa por uma "intervenção militar" no governo federal e no Congresso. Não se trata de algum tipo de programa Acredite se quiser. Sábado (22), alguns estados do Brasil, como São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco, devem realizar a "Marcha da Família com Deus pela Liberdade". O objetivo do evento é defender a volta dos militares ao poder para tirar os "corruptos" dos cargos públicos, os "comunistas" e o PT. O movimento está mais forte nos estados sulistas e visa atingir o governo Dilma Rousseff (PT), mas no Recife haverá uma reunião dos seus integrantes sábado, na Praça do Derby, a partir das 14h.

A manifestação está sendo convocada pelo Facebook, o mesmo espaço virtual onde se organizaram os primeiros protestos do ano passado. Os organizadores, no entanto, dizem haver diferenças entre um e outro, a começar que todos os simpatizantes estão sendo chamados para ir aos eventos sem máscaras e sem roupas pretas.

No Recife, somente 17 pessoas confirmaram a presença na Marcha da Família, no Derby, e seu organizador não foi localizado pelo Diario. No mesmo local, contudo, haverá uma reação porque outro grupo também está convocando ativistas pela internet para a Marcha Antifascista, às 15h.

Um dos organizadores nacionais da Marcha da Família, José Adalton Ribeiro da Cruz, afirmou ao Diario que a manifestação ganhou a simpatia de militares da reserva. Segundo ele, uma das maiores indignações do movimento é ver que o Brasil está distribuindo recursos nacionais para a ditadura de Cuba e agindo com revanche após a criação da Comissão da Verdade, quebrando a Lei da Anistia de 1979.

Outro organizador de São Paulo, Bruno Toscano Franco, escreveu o seguinte na fan page principal do grupo, acompanhada por 883 pessoas. "Queremos uma intervenção para limpar a instituições corrompidas e estamos pedindo a ajuda desses homens para que convoquem eleições democráticas em um prazo de 90 dias, como aconteceu no Egito, em Honduras e no Paraguai" afirmou.

Esta matéria tem: (6) comentários

Autor: AGEU LIMA
Até que enfim alguém tomou uma atitude neste país. Por questões de saúde não poderei comparecer mais sempre terá todo o meu apoio. Este nosso país está sem GERENCIAMENTO. | Denuncie |

Autor: Ada Lima
Aline Moura, seria interessante que você prestasse mais atenção no que escreve, pois este grupo não luta pela volta da ditadura, mas contra a ditadura que o governo atual nos impõe. Estão nos cercando de leis que estão tirando nossos diretos aos poucos. Olhemos para a Venezuela. | Denuncie |

Autor: zé carlos araújo
Parabéns pelo movimento. O Brasil só tem jeito com um ditador! | Denuncie |

Autor: Sergio Moreira
A grande maioria dos que divulgam esta marcha NÃO DEFENDEM VOLTA DA DITADURA. Apenas se posicionam contra os desmandos do atual governo. | Denuncie |

Autor: Rodrigo Loureiro Sobrinho
Vivemos numa ditadura comunista só que ninguém quer enxergar. Essas pessoas que organizam essa caminhada antifacista são financiadas pelo pt, militantes com estudos pagos e cargos comissionados que deveriam antes estudar e saber a definição de facismo. FORA COMUNISTAS! FORA CUBA! FORA PT!!! | Denuncie |

Autor: Vital Vital Farias
Não se trata de uma ditadura, no Brasil o que houve foi um ato heroico dos militares para livrar o país de uma ditadura comunista. Aos que são a favor de CUBA, sugiro que vá morar lá ou na Coreia do Norte, Rússia, China... | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.