• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Petistas » João da Costa anuncia apoio à tese de aliança do PT com Armando Monteiro Ex-prefeito do Recife quer quer o partido indique o candidato ao senado nas eleições de outubro

Publicação: 19/03/2014 16:53 Atualização:

Se havia alguma mágoa, ela ficou no passado. Apesar do senador Armando Monteiro (PTB) ter orientado os filiados do partido a desembarcarem do governo João da Costa (PT) no passado, o ex-prefeito do Recife afirmou que irá apoiar o petebista na disputa pelo governo do estado. Dessa forma, no Encontro de Tática Eleitoral do PT, nos próximos dias 22 e 23, o grupo de Costa votará pela aliança e refutará a tese de candidatura própria. O petista já comunicou o apoio a Armando.

Segundo João da Costa, o momento do PT é mais favorável à aliança. "Tive simpatia pela candidatura própria, mas vejo que o partido ainda está muito fragilizado por tudo o que ocorreu em 2012. A melhor saída é compor com Armando Monteiro para que o partido volte a se fortalecer", afirmou o ex-prefeito.

De acordo com João da Costa, o seu grupo político apresentará um documento defendendo a aliança e fará algumas exigências. "Para nós, o PT precisa ocupar o cargo de senador na aliança. Temos bons quadros para essa vaga, mas o momento não é de definir nomes e sim de pensar na tática eleitoral", falou. Curiosamente, um dos cotados para ficar com o posto de senador na aliança é o deputado federal João Paulo, padrinho e hoje desafeto de João da Costa.

O ex-prefeito acredita que a aliança com o PTB também ajudará o PT em um alcance nacional. "A aliança irá fortalecer o palanque da presidente Dilma Rousseff em Pernambuco", diz. João da Costa também pretende voltar a se submeter à avaliação popular este ano. "Serei candidato a deputado federal", confirmou.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.