• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Investigação » Graça Foster, Arthur Chioro e mais 4 ministros são convocados ao Congresso Decisão dá continuidade à rebelião do "blocão", iniciada ontem à noite com a criação de comissão para investigar o pagamento de propina na Petrobras

Correio Braziliense

Publicação: 12/03/2014 18:10 Atualização:

Em uma sessão tumultuada, a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle aprovou na manhã de hoje um requerimento de “convite” à presidente da Petrobrás, Graça Foster, para explicar o suposto pagamento de propinas à funcionários da estatal por parte da empresa holandesa SBM Offshore. Ontem, o plenário da Casa já havia aprovado a formação de uma Comissão Externa para investigar o assunto. Conforme sugestão do líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), a Comissão abriu mão de convocar o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, para tratar do mesmo assunto. “Se ela não comparecer no prazo de um mês, aí sim faremos a convocação do ministro Lobão. A bancada do PMDB se compromete a fazê-lo”, sugeriu Cunha, como forma de poupar o colega de partido.

Como forma de mostrar força, parlamentares da oposição e do chamado “blocão”, aprovaram também a convocação dos ministros da Saúde, Arthur Chioro; das Cidades, Aguinaldo Ribeiro; da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho; do Trabalho, Manoel Dias; e do ministro Jorge Hage, da Controladoria Geral da União (CGU). O secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermman, também deverá vir prestar esclarecimentos sobre a gestão energética do país, em nome do ministro Edison Lobão “Se é para convocar todos os ministros, é melhor convocar a presidente Dilma logo”, brincou um congressista. Petistas acusaram o deputado João Arruda (PMDB-PR), que presidia a sessão, de quebrar o regimento da casa para aprovar os requerimentos.

Arthur Chioro foi convidado a vir à Câmara no dia 04 de abril, por requerimento do líder da bancada do DEM, deputado Mendonça Filho (PE). O ministro deverá vir à Câmara prestar esclarecimentos sobre supostas irregularidades no programa Mais Médicos. Chioro deverá falar também sobre supostas irregularidades na saúde indígena. Já Aguinaldo Ribeiro (PP) terá de prestar esclarecimentos sobre a resolução do Conselho de Trânsito (Contran) que determina o uso de simuladores em auto-escolas. Também terá de esclarecer as suspeitas, levantadas pelos próprios deputados do PP, de que ele estaria direcionando emendas parlamentares mediadas pelo ministério ao estado da Paraíba, onde ele mantém sua base política. Gilberto Carvalho, Manoel Dias e Jorge Hage foram chamados para prestar esclarecimentos sobre supostas irregularidades em diversos contratos do governo com ONGs.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.