• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Pré-campanha » Mais agendas casadas de Eduardo Campos e Paulo Câmara

Rosália Rangel

Publicação: 12/03/2014 16:47 Atualização: 12/03/2014 16:52

A estratégia de casar a agenda administrativa do governador Eduardo Campos (PSB), virtual candidato presidente da República, com a do pré-candidato da Frente Popular ao governo do estado, o secretário da Fazenda, Paulo Câmara, continua nesta quinta-feira, no interior de Pernambuco. Dessa vez, a incursão socialista será nos municípios de Bom Conselho e Garanhuns, no Agreste do estado, contando também com a presença do ex-ministro Fernando Bezerra Coelho (PSB), pré-candidato ao Senado.

A primeira parada da comitiva será na cidade de Bom Conselho, onde Eduardo irá inaugurar uma obra de abastecimento de água, o Açude da Nação. Na mesma solenidade, o governador fará o lançamento do Programa Terra Pronta, edição 2014, uma iniciativa que vai beneficiar produtores da agricultura familiar com o retorno das chuvas na região. O evento está previsto para começar às 11h.

Na agenda, ainda em Bom Conselho, Campos participa de um almoço na casa do prefeito da cidade, Dannilo Cavalcante (PSDB). O encontro deve reunir lideranças locais, dando à chapa majoritária a oportunidade de ser apresentado oficialmente aos correligionários. Na última passagem de Eduardo em Glória do Goitá, na terça-feira (11), o líder socialista se encarregou de apresentar Câmara aos aliados como governador e Bezerra Coelho como senador.

Depois do compromisso em Bom Conselho, a próxima parada será em Garanhuns. No município, o governador irá entregar, às 18h, a reforma do Hospital Dom Moura. Ainda não está confirmado, mas os socialistas devem manter contato e reuniões com lideranças políticas da região.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.