• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Senado » Situação energética do Brasil está em discussão nesta quarta no Senado Senador Ricardo Ferraço, que pediu a audiência, adverte que o nível dos reservatórios das hidrelétricas continua caindo

Publicação: 12/03/2014 11:26 Atualização:

Sales, Zimmermann, Collor, Chipp, Tolmasquim e Barata, na reunião da CI nesta quarta-feira. Foto: José Cruz/Agência Senado	 (José Cruz/Agência Senado)
Sales, Zimmermann, Collor, Chipp, Tolmasquim e Barata, na reunião da CI nesta quarta-feira. Foto: José Cruz/Agência Senado

A Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) está reunida para debater a situação energética do país. O requerimento para a audiência é do senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES). Ao justificar o requerimento de audiência, ele salientou que no dia 4 de fevereiro deste ano um apagão nas Regiões Sul. Sudeste, Centro-Oeste e Norte atingiu entre 5 e 6 milhões de pessoas, afetando 11 estados.

Ferraço também adverte que o nível dos reservatórios das hidrelétricas continua caindo. Além disso, acrescentou, “o atraso do período úmido levou ao recorde de alta do preço de energia de curto prazo e gerou temores sobre o abastecimento do país ao longo do ano, embora representantes do governo tenham descartado racionamento de energia”. De acordo com o senador, o risco de déficit de energia elétrica nas Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste já chega a mais de 20% neste ano.

Ricardo Ferraço afirmou que, “apesar de o governo federal considerar um risco de 5% como aceitável, técnicos do setor admitem que com esse nível de desequilíbrio um racionamento é praticamente inevitável".

Foram convidados para a audiência pública - que é conduzida pelo presidente da CI, senador Fernando Collor (PTB-AL) - o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia (MME), Márcio Zimmermann; o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim; o presidente do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Hermes Chipp; o presidente do Conselho de Administração da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, Luiz Eduardo Barata Ferreira; e o presidente do Instituto Acende Brasil, Claudio Sales.

Com Agência Senado

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.