• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições » No PT, movimentos sociais entram na mira do projeto de candidatura própria Correntes que defendem autonomia do partido debateram tema com militantes

Franco Benites

Publicação: 12/03/2014 08:48 Atualização:

Depois de ver ir por água abaixo a tentativa de organizar um plebiscito para que os cerca de 1.200 filiados do PT pudessem deliberar sobre uma possível candidatura própria ao governo estadual, os dirigentes que defendem esse caminho realizaram uma plenária com os movimentos sociais para discutir a candidatura própria.

A plenária ocorreu na noite desta terça-feira (11) e teve como objetivo colocar a pauta da candidatura própria em discussão. Essa ideia é defendida pelas correntes O Trabalho, Esquerda Marxista Alternativa Socialista e Democrática, Coletivo Esporte e Lazer,  Coletivo Quilombo e Novos Rumos PE.

Esses grupos se opõem ao senador Humberto Costa e ao deputado federal João Paulo, que defendem que o PT abrace a candidatura do senador Armando Monteiro (PTB). Dessa forma, a legenda apresentaria candidato apenas ao senado já que o posto de vice deverá ser destinado ao PP ou PDT caso o petebista feche um acordo com um desses partidos.

No dia 23 deste março, ocorrerá o Encontro de Tática Eleitoral do PT. No evento, será decidido se o partido terá candidatura própria ou se irá apoiar Armando Monteiro.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.