• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Senado » Jarbas Vasconcelos critica STF por inocentar 'mensaleiros' de formação de quadrilha

Agência Senado

Publicação: 11/03/2014 18:44 Atualização:

O senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) criticou a decisão do Supremo Tribunal Federal de rever a condenação imposta a réus do processo do mensalão, em 2012, pelo crime de formação de quadrilha.

Pelo voto de seis dos 11 ministros, os réus foram absolvidos e isso, explicou o senador, vai reduzir as penas e permitir que, num futuro bem próximo, os "mensaleiros" deixem a prisão.

Para Jarbas Vasconcelos, a decisão dos seis ministros é um escândalo e um grande reforço à impunidade, especialmente dos que detêm poder político e poder econômico. Ele afirmou que, daqui pra a frente, formação de quadrilha voltará a ser crime de pobre.

"Livrar os 'mensaleiros' da punição devida é dar um tapa  na cara da opinião pública brasileira; é ensinar aos jovens que o crime compensa; é  vender a imagem equivocada de que não existe no Brasil a política com 'p'  maiúsculo e que os fins justificam os meios. Isso é simplesmente inaceitável. Uma decisão inquietante, tomada pela mais alta corte, que vai incentivar o povo brasileiro a não acreditar mais na Justiça", afirmou.

Jarbas Vasconcelos concordou com o presidente do STF, Joaquim Barbosa, que, após os réus terem sido inocentados da acusação de formação de quadrilha, criticou a forma como o governo indicou os últimos ministros do Supremo.

Na opinião do senador, o governo indicou para o STF pessoas comprometidas com o desejo do PT de tirar seus integrantes da prisão, e as sabatinas feitas no Senado com os indicados foram mera formalidade.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.