• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Disputa » Humberto Costa rebate ataques de Eduardo Campos a Dilma

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 11/03/2014 14:10 Atualização: 11/03/2014 16:43

Foto: André Corrêa/Liderança do PT no Senado/Arquivo
Foto: André Corrêa/Liderança do PT no Senado/Arquivo
O líder do PT no Senado, Humberto Costa, vai usar a tribuna da Casa, hoje (11), para defender a presidente Dilma Rousseff (PT) das acusações feitas pelo governador Eduardo Campos (PSB), virtual candidato à Presidência. O socialista, em eventos recentes, tem dito que "o Brasil não aguenta mais quatro anos de Dilma". As declarações, para o senador, diminuem o nível do debate sucessório.

"Não adianta fazer a crítica e não qual dizer o caminho a ser seguido. Se o debate nesta eleição for de ideias, o Brasil vai ganhar. Mas se ele tomar o aspecto das agressões, acredito que a coisa pode descambar por um caminho que o povo não deseja”, avaliou o senador em entrevista a uma rádio local. Ele acusa o governador de fazer ataques pessoais a Dilma.

“O governador Eduardo Campos elevou demais o tom. Esses não são termos adequados tratar seja governador, seja um presidente. Temos que fazer uma campanha de alto nível e não com agressões pessoais”, rebateu o petista.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.