• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Decisão petista » Granja pede exoneração da Prefeitura Secretário deixa pasta de Habitação a contra-gosto

Publicação: 07/03/2014 20:41 Atualização:

A decisão de Eduardo Granja (PT) de se manter como secretário de Habitação do Recife deixou de existir. Nesta sexta-feira (7), o petista conversou com o prefeito Geraldo Julio (PSB) e pediu exoneração da pasta. "Esse problema com o partido estava me afetando do ponto de vista pessoal", resumiu.

Recentemente, Eduardo Granja afirmou que não pediria para deixar o governo socialista e garantiu que estava disposto a enfrentar as consequências, inclusive a expulsão do PT. "Eu estava sendo cobrado e o problema chegou à escola do meu filho pela irresponsabilidade como o PT estava levando esse debate. Preciso ter conforto para fazer esse enfrentamento interno no partido e para blindar as pessoas queridas, no quesito profissional e particular".

Agora, Granja afirma que irá se dedicar ao projeto de candidatura própria do PT. Um grupo de sete correntes do partido não quer que a legenda se alie ao senador e pré-candidato Armando Monteiro (PTB). "Defenderei a candidatura própria do PT. Do ponto de vista pessoa, vou voltar a me dedicar a minha empresa e às entidades com que tenho relação social. Também seguirei como militantes da área de Esportes e Intervenção Urbana", disse.

Granja estava sendo cobrado porque a executiva nacional do PT declarou que os filiados do partido deveriam entregar todos os cargos que ocupam nos governos do PSB devido ao acirramento entre o governador Eduardo Campos e a presidente Dilma Rousseff na briga por cargo de chefe da nação.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.