• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições » Armando: "não preciso fazer intensivão para conhecer o estado"

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 07/03/2014 15:04 Atualização: 07/03/2014 15:38

Armando Monteiro chegou ao velório do parlamentar tucano acompanhado por João Paulo e Humebrto Costa. Foto: Franco Benites/Esp.DP/D.A Press (Franco Benites/Esp.DP/D.A Press)
Armando Monteiro chegou ao velório do parlamentar tucano acompanhado por João Paulo e Humebrto Costa. Foto: Franco Benites/Esp.DP/D.A Press
Enquanto o secretário Paulo Câmara, pré-candidato do PSB ao governo do estado, vai iniciar um giro pelo estado, o senador Armando Monteiro (PTB), seu adversário da disputa, diz que tem percorrido as regiões desde que assumiu o mandato. Ele ressalta que conhece cada obra em andamento, tanto estadual como federal. "Não preciso fazer um 'intensivão' para conhecer o estado", alfinetou o petebista.

O recado de Armando para Paulo Câmara foi dado em entrevista durante o velório do deputado federal Sérgio Guerra, nesta sexta-feira (7), na Assembleia Legislativa. O senador chegou ao local acompanhado pelo senador Humberto Costa e pelo deputado federal João Paulo, ambos do PT. A presença dos petistas ao lado de Armando já é um indicativo de que o apoio do PT à candidatura de Armando está próximo a ser fechado.

As principais lideranças petistas no estado, como Humberto e João Paulo, defendem a aliança com o PTB. Algumas tendências do partido, no entanto, acreditam que a melhor alternativa para o partido seja o lançamento de uma candidatura própria. A direção estadual do PT tem promovido reuniões com os diretórios municipais, as bancadas e as correntes partidárias para decidir a posição.

"Estou muito tranquilo quanto à composição com o PT. Eles têm um calendário próprio e vamos respeitar esse processo de discussão", afirmou Armando. No próximo dia 23, os delegados do partido vão se reunir e bater o martelo sobre o apoio ou não ao senador.

Humberto Costa negou que a chegada dos três juntos ao velório tenha algum caráter político. "Viemos juntos por uma questão pessoal", disse. Sobre a aliança entre PT e PTB, o senador disse que a tendência é subir no palanque de Armando. "Esramos conversando", comentou.

No próximo domingo (9), Armando retomará a agenda de viagens pelo estado e vai a Surubim, no Agreste. Vai se reunir com líderes da região. O senador passou os últimos dias "de molho" por causa de uma cirurgia no joelho. Nem mesmo durante o carnaval, Armando circulou pelos polos do estado.

Com informações do repórter Franco Benites, do Diario de Pernambuco

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.