• (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Despedida » Eduardo Campos e Geraldo Alckmin já chegaram ao velório de Sérgio Guerra

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 07/03/2014 11:33 Atualização: 07/03/2014 11:36

Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, chegou ao velório por volta das 11h. Foto: Tércio Amaral/DP/D.A Press (Tércio Amaral/DP/D.A Press)
Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, chegou ao velório por volta das 11h. Foto: Tércio Amaral/DP/D.A Press


O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), já está no velório do deputado federal Sérgio Guerra na Assembleia Legislativa. O tucano chegou acompanhado da primeira-dama Lúcia Alckmin e do ex-governador José Serra. "Ele era um homem de diálogo, conciliador e apaixonado pelo Brasil. Um sedutor do povo brasileiro", afirmou o governador ao chegar ao local. José Serra não quis conversar com a imprensa na entrada da Assembleia.

Logo após Alckmin, o governador Eduardo Campos (PSB) chegou à Assembleia. Ele está acompanhado dos secretários Paulo Câmara, pré-candidato do PSB ao governo do estado, e Tadeu Alencar (Casa Civil). Eles não quiseram falar com a imprensa.

Vários políticos já chegaram ao velório para prestar a última homenagem ao parlamentar pernambucano. Muitos deputados, como Daniel Coelho, Terezinha Nunes, ambos do PSDB, e Cleiton Collins (PP), chegaram ao local antes da abertura ao público.

Por enquanto, ainda é pequeno o movimento de populares na Assembleia. Pouco depois das 11h, uma van transportando funcionários da fazenda de Sérgio Guerra de Limoeiro, no Agreste, chegou ao local. "Era um bom patrão, uma pessoa muito boa, sempre se deu bem com todos os empregados. Não tenho io que falar dele, não", afirmou o motorista Luiz Correia Amorim, que trabalha para o parlamentar há 26 anos. Já a cozinheira Maria Alexandre da Silva lembrou que o deputado gostava muito do feijão e da carne que ela fazia para ele. "Era uma ótima pessoa", disse.

Sérgio Guerra faleceu nesta quinta-feira (7) vítima de uma pneumonia. Desde setembro de 2012, o parlamentar se tratava de um câncer no pulmão.

Com informações dos repórteres Tércio Amaral e Júlia Schiaffarino, do Diario de Pernambuco
Tags:

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: marçal Albanez
Perca irreparável para nosso País. Nunca votei em Sergio, mas, sempre o adimirei, pela sua competência e maneira de conduzir as coisas. Sério, sereno e acima de tudo, grande articulador nas horas difíces para nossa Nação. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.