• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Câmara » Líder do PT diz que postura do líder do PMDB parece oposicionista

Agência Câmara

Publicação: 06/03/2014 19:20 Atualização:

O líder do PT, deputado Vicentinho (SP), criticou nesta quinta-feira, em entrevista coletiva, a postura do líder do PMDB na Câmara, deputado Eduardo Cunha (RJ).

“Muitas vezes, a postura dele é parecida com a da oposição. Isso não pode. Ou você é oposição, ou é situação; não pode ser os dois. Aqui não tem brinquedo, não tem duas palavras”, disse.

Eduardo Cunha organizou o grupo de deputados insatisfeitos chamado de “blocão“, que tem integrantes de vários partidos da base e apoiou, na semana passada, uma iniciativa da oposição para investigar a Petrobras. Cunha também disse em uma rede social que o PMDB precisa “repensar” a aliança com o PT.

Para Vicentinho, assim como o PT, o PMDB faz parte do governo e precisa dialogar como tal. “O PMDB não é um partido da base, é um partido do governo, como é o PT. Ele é ligado à estrutura do governo”, afirmou.

Apesar disso, o líder petista disse acreditar que a paz será restaurada na base do governo. “Tenho muita fé de que, mais dias menos dias, teremos uma boa reconciliação, que vai implicar no fortalecimento da base para o bem do País”, disse.

Investigação da Petrobras
Vicentinho não quis revelar qual será a estratégia do partido para lidar com a votação da proposta de comissão externa para investigar as denúncias de que uma empresa holandesa teria pagado propina a funcionários da estatal petrolífera.

O requerimento do PSDB teve apoio do “blocão” e entrou na pauta do Plenário na semana passada. O governo lançou mão de manobras de obstrução e a votação acabou adiada. A proposta voltará à pauta na semana que vem.

Postura eleitoreira

O líder do PT disse que essa é uma proposta eleitoreira. “Uma comissão de deputados que vai do Brasil à Holanda e não vai conseguir informações. É uma iniciativa da oposição, em ano eleitoral. Precisamos olhar com cuidado e refletir sobre isso”, ponderou.

O apoio ao requerimento de investigação da Petrobras é a primeira iniciativa do “blocão” – grupo de deputados de vários partidos da base que, descontentes com o governo, decidiram ter uma postura mais independente. O grupo se reuniu pela primeira vez na terça-feira da semana passada (25/2) na casa do deputado Eduardo Cunha, que tem sido considerado o líder do grupo.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.