• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Correligionário Daniel Coelho lamenta morte, mas enaltece os "ganhos" de Sérgio Guerra

Publicado em: 06/03/2014 11:20 Atualizado em: 06/03/2014 11:42

Foto: Blenda Souto Maior/DP/D.A Press/Arquivo
Foto: Blenda Souto Maior/DP/D.A Press/Arquivo

O ex-líder da oposição da Assembleia Legislativa de Pernambuco, o deputado estadual Daniel Coelho (PSDB), que deixou a liderança por não concordar com a aliança do PSDB com o PSB em Pernambuco, já que sempre fez oposição ao governador Eduardo Campos (PSB), lamentou a morte do deputado Sérgio Guerra (PSDB) e enalteceu a capacidade de articulação do mesmo e lembrou os últimos "ganhos" que Sérgio conseguiu no estado.

"É uma perda inestimável para o PSDB e para a política de Pernambuco. Sérgio Guerra tinha uma capacidade de articulação inesgotável. Quando dentro do partido existiam ideias divergentes era rapidamente estudadas e resolvidas pelo deputado da melhor forma para o partido. Viabilizou recursos importantes para o estado como o projeto engorda que está sendo implantado na orla de alguns pontos da região metropolitana. Tudo capitaneado por ele.

Daniel ainda lembrou do processo de transição da presidência do partido que segundo ele, foi comandado por Sérgio Guerra."Conduziu o senador Aecio Neves para a presidência do PSDB, articulando e ouvindo todos que fazem o partido. Enfim, ninguém esperava que isso fosse acontecer agora e não só o PSDB, mas principalmente Pernambuco está muito triste com essa perda".



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.