• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Campanha local » Paulo Câmara ganha reforços para a campanha eleitoral Secretários de estado e da Prefeitura do Recife devem integrar equipe do pré-candidato a governador

Rosália Rangel

Publicação: 06/03/2014 08:20 Atualização: 06/03/2014 09:07

Câmara e Henry contarão com Eduardo para fortalecer sua equipe de campanha. Foto: Nando Chiappetta/DP/D.A PRESS (Nando Chiappetta/DP/D.A PRESS)
Câmara e Henry contarão com Eduardo para fortalecer sua equipe de campanha. Foto: Nando Chiappetta/DP/D.A PRESS

A campanha do governador Eduardo Campos (PSB) a presidente da República e do secretário estadual da Fazenda, Paulo Câmara (PSB), para governador de Pernambuco vai mexer diretamente com os secretários que integram o "núcleo forte" do governo e da Prefeitura do Recife. A maior parte dos auxiliares de Campos e do prefeito Geraldo Julio (PSB) deve deixar o cargo para disputar as eleições proporcionais ou para participar das equipes de coordenação das campanhas local e nacional.

No Palácio do Campo das Princesas, que a partir do dia 4 de abril passa a ser comandado pelo vice-governador João Lyra Neto (PSB), deve acontecer a maior baixa. Isso porque, além dos secretários que vão sair para concorrer a uma cadeira na Câmara dos Deputados ou na Assembleia Legislativa, outros, que chegaram ao governo pelas mãos de Eduardo Campos, devem seguir com ele no desafio de disputar o Palácio do Planalto.

Entre os nomes cotados para deixar o governo estão o chefe de Gabinete do governador, Renato Thièbaut, os secretários da Casa Militar, coronel Mário Cavalcanti, da Controladoria Geral do Estado, Djalmo Leão, de Ciência e Tecnologia, Marcelino Granja, de Turismo, Marcelo Canuto, de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Sérgio Xavier, e da Saúde, Antônio Figueira.

Além deles, também devem deixar o governo, nesse caso para disputar as eleições proporcionais, os secretários das Cidades, Danilo Cabral, que vai tentar a reeleição para deputado federal; da Agricultura, Aldo Santos, e de Governo, Milton Coelho, ambos pretendem concorrer à Câmara dos Deputados. O secretário de Imprensa, Evaldo Costa, também vai se afastar para disputar uma vaga de deputado federal na Paraíba.

Na Prefeitura do Recife, a movimentação ainda é discreta. Mas especula-se que o secretário de Imprensa, Carlos Percol, que trabalhou nas campanhas de Eduardo Campos (2006/2010) e de Geraldo Julio (2012), pode ser convocado para trabalhar na equipe de Paulo Câmara. O secretário municipal de Governo e presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, é outro cotado para compor a equipe de Câmara.

Agendas

Reunidos durante toda a tarde e boa parte da noite de ontem, Eduardo, Câmara, o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, e integrantes do partido e do governo definiram como será a agenda administrativa do governador em seu último mês antes de deixar o Palácio para poder se candidatar a presidente da República. Também agendaram para hoje, às 10h, uma reunião na qual será organizada agenda de viagens pelo interior neste final de semana. O objetivo é apresentar Paulo Câmara a lideranças políticas e agregar pessoas ao projeto do pré-candidato.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.