• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Na folia » Candidato declarado, Armando prepara agenda carnavalesca Senador quer usar os dias de folia para reforçar seu nome entre os eleitores pernambucanos

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 26/02/2014 08:12 Atualização:

Armando começou sua agenda pelo interior do estado, que será retomada após carnaval foto: Alexandre Albuquerque/DIVULGAÇÃO	 (Alexandre Albuquerque/DIVULGAÇÃO)
Armando começou sua agenda pelo interior do estado, que será retomada após carnaval foto: Alexandre Albuquerque/DIVULGAÇÃO

O senador e pré-candidato ao governo de Pernambucio Armando Monteiro (PTB) resolveu “mergulhar” um dia após ironizar o ambiente otimista do PSB, que apresentou na última segunda-feira o secretário da Fazenda Paulo Câmara como candidato à sucessão de Eduardo Campos. O petebista não conversou com a imprensa e, segundo sua assessoria, passou grande parte de ontem com a agenda repleta de reuniões.

Candidato declarado para assumir o posto de chefe do Executivo estadual, Armando Monteiro e sua equipe começam a costurar a agenda para os próximos dias, especificamente para o carnaval. O senador quer aproveitar os dias de folia para reforçar seu nome entre os eleitores pernambucanos. O roteiro do petebista ainda não está oficialmente decidido, mas incluirá um giro pelos principais polos de animação do estado.

No sábado, Armando Monteiro ficará no Recife, mais especificamente no Galo da Madrugada. Ele é convidado de um dos principais camarotes do evento. No domingo, será a vez de visitar a cidade de Bezerros, no Agreste, e prestigiar a folia dos papangus. Na segunda-feira de carnaval, ele passará por Nazaré da Mata, a 64 quilômetros da capital pernambucana, para acompanhar o desfile dos maracatus. Outras cidades devem entrar no roteiro, mas o martelo sobre a agenda do senador será batido apenas nesta sexta-feira.

Retorno

Se Armando Monteiro silenciou, no PSB a terça-feira foi de críticas à análise do senador sobre a escolha de Paulo Câmara para concorrer ao governo estadual. O petebista havia dito, em uma crítica aos adversários, que “se nomeia secretário, mas ninguém nomeia governador. Governador quem elege é o povo”. Ontem, o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, rebateu Armando em entrevista a uma rádio local. “Foi um comentário óbvio e sem profundidade, pois é claro que o povo nomeia o governador. Mas ninguém vira governador por um projeto pessoal. Ele (Armando) está há dez anos tentando ser candidato (majoritário) e não consegue se consolidar em nenhum conjunto de forças”.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.