• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Evento do PSB » Eduardo recebe Marina,apresenta Câmara e prepara a chapa Governador recebeu a ex-senadora na casa dele para uma reunião reservada sobre estratégia de campanha

Rosália Rangel

Tércio Amaral

Publicação: 26/02/2014 08:05 Atualização: 26/02/2014 08:07

Eduardo Campos apresenta pré-candidato à sucessão estadual, Paulo Câmara (D) a Marina Silva foto: Roberto Pereira/ DIVULGAÇÃO (Roberto Pereira/ DIVULGAÇÃO)
Eduardo Campos apresenta pré-candidato à sucessão estadual, Paulo Câmara (D) a Marina Silva foto: Roberto Pereira/ DIVULGAÇÃO

Depois de oficializar a chapa majoritária em Pernambuco, o governador Eduardo Campos (PSB) começa a definir o formato do evento que acontecerá em São Paulo para formalizar a pré-candidatura dele a presidente da República, tendo Marina Silva (PSB) na vice. A previsão é de que o anúncio aconteça em março, provavelmente depois do carnaval. Ontem, Marina esteve no Recife para participar, na casa de Eduardo, de uma reunião reservada. Na pauta, questões internas da coligação PSB/Rede/PPS.

O encontro foi fechado e contou com a presença de poucas pessoas. O pré-candidato do PSB ao governo do estado, Paulo Câmara, foi chamado para ser apresentado a Marina, mas não ficou muito tempo. Ele chegou ao local acompanhado do presidente estadual do PSB, Sileno Guedes.

Para justificar o sigilo do encontro, o secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Sérgio Xavier (PV), um dos representes da Rede no estado, afirmou que a reunião foi para tratar de assuntos burocráticos da coligação, a exemplo de estratégias de comunicação, planejamento, diretrizes do programa de governo e do programa de televisão do PSB que vai ao ar em abril.

“Fizemos um encontro para tratar de assuntos internos. Não teve caráter decisivo nem havia anúncio para ser feito. Uma reunião como tantas outras que fazemos e que poderia acontecer em qualquer lugar. Resolvemos fazer aqui”, ponderou o secretário.

Sérgio Xavier disse, ainda, que Marina e Eduardo também falaram um pouco sobre o cenário político local e nacional, mas não aprofundaram a conversa sobre a composição de chapas nos estados. Ele, inclusive, tratou o anúncio da formalização da chapa com reserva. “Existe a possibilidade (de acontecer em março), mas não dá para garantir. Não temos uma data fechada”, ponderou.

Os líderes socialistas, no entanto, não escondem a movimentação para organizar o evento. “Nós achamos março o melhor momento. Vamos preparar um ato político com os partidos aliados e lideranças locais”, assegurou o deputado federal Beto Albuquerque (PSB/RS). O pré-candidato do PSB ao governo de São Paulo, deputado federal Márcio França, cogita, inclusive, a possibilidade da fazer o lançamento do nome dele no mesmo dia do de Campos. “Estamos analisando se as duas (pré-candidaturas) podem ocorrer juntas”, frisou.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.