• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Ritmo de campanha » Dilma volta a Minas em menos de 10 dias para distribuir máquinas Acompanhada do pré-candidato ao governo de Minas, Fernando Pimentel, presidente vai distribuir máquinas a 209 prefeituras de todas as regiões de Minas

Iracema Amaral - Estado de Minas

Publicação: 25/02/2014 11:22 Atualização:

Menos de dez dias depois de desembarcar em Governador Valadares, no Leste de Minas, a presidente Dilma Rousseff (PT) volta ao estado, nesta quarta-feira (26). Ela vai participar de solenidade, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, para a  entrega de 226 máquinas a 209 municípios de todas as regiões do estado. A assessoria de imprensa do pré-candidato petista ao governo de Minas, Fernando Pimentel, confirmou que o ex-ministro estará ao lado de Dilma no evento.

De acordo com informações do Ministério do Desenvolvimento Agrário, serão entregues máquinas aos municípios para construção de obras de infraestrutura hídrica,  armazenamento de água e  recuperação e abertura de estradas vicinais. O investimento total informado pelo ministério é de R$ 67,5 bilhões para a aquisição de 64 motoniveladoras, 138 caminhões-caçamba e 24 caminhões-pipa.

Protesto da oposição
No último dia 17, Dilma esteve em Governador Valadares, em sua primeira visita do ano ao estado, onde participou da formatura de 1,2 mil alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Na cidade, ela também entregou 92 máquinas para prefeituras da Região Leste do Estado. Na ocasião, Dilma anunciou a duplicação da BR-381, no trecho entre Belo Oriente e Governador Valadres – que no ano passado havia sido licitado apenas para obras de melhorias na rodovia, sem previsão de duplicação.

Logo após o anúncio, o presidente do PSDB mineiro,  deputado federal Marcus Pestana, divulgou nota criticando o caráter eleitoreiro do anúncio feito por Dilma. "Estão prometendo na véspera das eleições de 2014 tudo o que prometeram nas eleições de 2002, 2006 e 2010 e não fizeram. Permita-me a franqueza, mas isso é que é cara de pau, presidente!", disse.

Além disso, de acordo com a nota do PSDB de Minas, a duplicação da BR-381 só poderá ser feita pela próxima administração, já que os serviços ainda não começaram e o mandato de Dilma termina em dezembro deste ano: "Depois de dez anos ignorando as mortes na BR-381, Dilma improvisa mais uma promessa dizendo que aumentará o trecho da rodovia a ser duplicado. É mais uma promessa para o próximo governo cumprir. O governo do PT teve tempo e dinheiro e não ajudou Minas por que não quis", diz a nota.

Segundo a assessoria de imprensa da Presidência da República não haverá necessidade de nova licitação para a duplicação do trecho prometido por Dilma. Para realizar a obra será feito um termo aditivo à licitação já realizada para contemplar a duplicação. 

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.