• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições de 2014 » Fernando Bezerra prega união e lembra de candidatura de Eduardo Campos

Tércio Amaral

Publicação: 24/02/2014 13:18 Atualização: 24/02/2014 13:29

O candidato do PSB ao Senado, o ex-ministro da Integração Fernando Bezerra Coelho, chamou a atenção do público durante o evento do lançamento da pré-candidatura do secretário da Fazenda, Paulo Câmara, ao governo de Pernambuco por dar um caráter nacional em seu discurso. Empolgado com a nova missão partidária, Bezerra disse que o candidato do PSB à Presidência tem nome e sobrenome: Eduardo Campos. "O próximo presidente tem nome. Ele é um filho de Pernambuco. Nasceu aqui e trilhou seu caminho político aqui". O discurso foi bastante aplaudido.

 

Bezerra também pregou a união dentro do partido. Ele, antes de ser anunciado ao Senado, era cotado como candidato ao governo. Aliás, a presença de Bezerra na chapa, para alguns socialista, dará um reforço político ao palanque, até porque Paulo Câmara é um nome ainda desconhecido e figura no quadro técnico do partido. "Evidente todos tinham um sonho, mas o interesse coletivo é maior que as vontades pessoais", disse Bezerra nesta segunda-feira (24).

O ex-ministro disputou a indicação do partido com Paulo Câmara, além dos secretários Danilo Cabral (Cidades), Antônio Figueira (Saúde) e Tadeu Alencar (Casa Civil). O vice-governador João Lyra Neto também era citado como possível candidato. "Faremos aquilo que Arraes dizia: pouco importa o numero de prefeitos ou partidos a nosso lado. O importante é que a gente una o povo lá embaixo", completou Bezerra.

Com informações dos repórteres Rosália Rangel, Júlia Schiaffarino e Franco Benites, do Diario de Pernambuco

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.