Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Em Maceió, Aécio aponta as 'falhas' de Dilma Para pré-candidato à Presidência, governo fracassou nas áreas de saúde e de segurança pública e na condução da economia

Juliana Cipriani -

Publicação: 23/02/2014 09:59 Atualização:

O pré-candidato do PSDB à Presidência da República, senador Aécio Neves, afirmou ontem que o sentimento majoritário da população no país é de necessidade de mudanças. Para ele, é isso que aponta a queda da aprovação do governo da presidente Dilma Rousseff (PT) nas pesquisas de opinião. Continuando sua incursão pelo Nordeste, o tucano esteve ontem em Maceió, onde recebeu apoio do prefeito Rui Palmeira e do governador de Alagoas, Teotônio Vilela, ambos tucanos, e participou do desfile em comemoração aos 15 anos do bloco carnavalesco Pinto da Madrugada, que arrastou vários foliões pela orla da cidade.

Aécio, que nos últimos seis meses visitou 23 estados, afirmou que a impressão comum em todos eles é de que o governo petista falhou. “O PT fracassou na condução da economia ao dar como legado ao próximo governo um crescimento pífio e inflação alta, uma perda crescente da credibilidade para o Brasil. Falhou nos investimentos em infraestrutura, que poderiam levar a um crescimento maior da economia brasileira”, afirmou.

Para o pré-candidato à sucessão de Dilma, a petista falhou ainda no que ele considera essencial, que são as áreas da saúde e segurança pública. Aécio disse que as propostas do PSDB são um contraponto absoluto aos petistas. Ele voltou a falar de sua proposta de refundar a federação, desconcentrando os recursos arrecadados das mãos da União. “Precisamos ser mais generosos com os investimentos em saúde e em segurança com os estados e municípios”, disse.

Um dia depois de confirmar a aliança entre PSDB e PSB em Minas Gerais, o tucano ressaltou a relação de proximidade com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), também pré-candidato ao Palácio do Planalto, com quem almoçou na sexta-feira. “O PSB, presidido por Eduardo, e o PSDB, presidido por mim, têm alianças muito sólidas e naturais em boa parte dos estados brasileiros, e não vamos trabalhar contra essas alianças no plano nacional nestas eleições, mesmo tendo o PSB uma candidatura e o PSDB outra candidatura. Vamos permitir que as coisas naturais continuem acontecendo”, afirmou.

Diante do recall da última eleição geral no estado, o prefeito de Maceió, Rui Palmeira, afirmou que o estado deve dar uma boa votação a Aécio. De acordo com ele, em 2010 o então candidato tucano, ex-governador José Serra, conseguiu 46% dos votos para a Presidência, o que lhe deu uma vantagem maior do que o restante dos estados nordestinos.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »